PL de Josué Neto garante assistência médica a professores portadores de Burnout

By -
Dep. Josué Neto

Dep. Josué Neto

A Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) aprovou o Projeto de Lei que prevê assistência médica e psicológica para professores acometidos pela Síndrome de Burnout, termo usado para definir um estado de desgaste físico e emocional intenso. O projeto, de autoria do presidente do Parlamento, deputado Josué Neto (PSD), foi encaminhado à sanção do governador.

A síndrome de Burnout é um tipo de estresse intenso de caráter persistente vinculado ao trabalho, e repetitiva pressão emocional. Por conta do estresse, alguns profissionais sentem-se emocional e fisicamente exaustos, ficam frequentemente irritados, ansiosos, com raiva ou tristes. Estes fatores pessoas geram resultados negativos na atuação profissional.
De acordo com o presidente, o professor é peça fundamental para garantir a qualidade do ensino e aprendizado do aluno, e a síndrome de Bournout prejudica o educador de forma que atrapalha sua capacidade de ensinar e de planejar suas aulas. A proposta, segundo ele, visa auxiliar aqueles profissionais que sofrem da síndrome sem ter o conhecimento disso e até aqueles que sabem mas não tem assistência para tratá-la. 
O projeto prevê que o Estado mantenha campanhas de conscientização que ajudem os profissionais a identificar a síndrome. Para entrar em vigor a proposta agora precisa ser sancionada e publicada no Diário Oficial do Estado.

Roberto Brasil