Homicídios reduzem 26% no Amazonas

By -

anuario-brasileiro-de-seguranca-publicaSobre o 10º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) informa que os órgãos de Segurança têm atuando para  diminuir os indicadores criminais apontados no documento publicado nesta quinta-feira (03) pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Os resultados já estão aparecendo com a redução dos indicadores dos homicídios em 2016. 

Até outubro deste ano foram registrados 819 casos de homicídios no Estado, contra 1.116 casos no mesmo período em 2015, uma redução de 26,6%. 

Segundo o secretário de Segurança Pública, Sérgio Fontes, em 2015,  ocorrências atípicas de violência contribuíram para o aumento dos homicídios. “Manaus passou por três ocorrências atípicas com maiores números de mortes, entre elas, o fim de semana de julho de 2015, quando 36 pessoas foram assassinadas com arma de fogo. Essas ocorrências refletiram no aumento do número de homicídios no Amazonas”, explicou.

 

A partir de 2016, com foco no combate a homicídios, a SSP-AM passou a trabalhar com estratégias integradas de atuação e ferramentas de mapeamento e apoio para monitorar zonas com maiores incidências de crimes, e melhorar o tempo-resposta de cada ocorrência, bem como aumentar o policiamento ostensivo para inibição dos crimes. 

Sobre os crimes de estupros, a SSP-AM destaca que o anuário aponta redução nos anos de 2014 e 2015. Em 2015 foram 706 casos, uma redução de 16,4% em relação a 2014, quando foram registrados 829 casos na capital. 

Dados da SSP-AM apontam que as ocorrências envolvem, em sua maioria, crianças e adolescentes. Em 2016, dos 598 registros de estupros na capital, 468 foram com crianças e adolescentes até 17 anos de idade, o que equivale a 78% dos casos. 

Para o secretário Sérgio Fontes, os dados demonstram a necessidade de trabalhar políticas sociais voltadas à proteção de crianças e adolescentes. “Esses dados mostram a necessidade de, sobretudo, ações sociais protetivas para que as crianças e adolescentes saiam do estado de vulnerabilidade social que os deixa em uma condição de risco para violência”, disse. 

O secretário destacou ainda que 2016 já vem registrando redução em alguns indicadores criminais, com ações direcionadas por dados estatísticos, mapeamentos criminais e técnicas de inteligência. “Já  conseguimos diminuir o número de assassinatos, bem como diminuir ocorrências de assaltos e tráfico de drogas em algumas zonas, com ações ostensivas e operações pontuais. Ainda não é o ideal, mas as reduções em 2016 mostram que estamos no caminho certo para melhorar a segurança no Amazonas”, finalizou o secretário.

Roberto Brasil