“Ganhadora de US$ 43 mi” em cassino fica desolada ao saber que prêmio era engano

By -
Bookman ao lado da "máquina da discórdia"

Bookman ao lado da “máquina da discórdia”

A norte-americana Katrina Bookman imaginou ter ganho mais de US$ 43 milhões (cerca de R$ 137 milhões) em uma máquina de jogos no Resorts World Casino, em Nova York, nos Estados Unidos. Ela, entretanto, ficou desolada ao descobrir que o prêmio milionário não passava de um erro da máquina.

Segundo as informações do site The Inquistr, Bookman ficou extasiada quando viu o preço descrito na tela do jogo. Feliz, ela registrou uma selfie ao lado do caça-níquel antes de ir retirar seu dinheiro. Funcionários do local, no entanto, pediram para ela voltar no dia seguinte.

Ainda animada, ela retornou ao cassino e recebeu a notícia de que tudo foi engano e que, na verdade, seu prêmio era de US$ 2,25 (aproximadamente R$ 7,20) e um jantar gratuito em um restaurante da cidade.

Decepcionada, a mulher recusou o dinheiro e entrou com uma ação judicial contra o cassino.

Ao The Inquisitr, ela comentou o ocorrido. “Eu perguntei o que eu ganhava e eles responderam ‘você não ganhou nada'”, disse Bookman. Seu advogado, Alan Ripka, acredita que a cliente possui boas chances de vencer o caso. “A máquina pega seu dinheiro quando você perde. Ela deveria pagar quando você ganha. Bookman venceu e o cassino não quis pagá-la. Para mim, isso é injusto”, afirmou.

Roberto Brasil