Wilker Barreto afirma que Câmara aprova LDO ‘mais enxuta e preparada para crise’

By -
Ver. Wilker Barreto

Ver. Wilker Barreto

O presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador Wilker Barreto (PHS), considerou positiva a votação do Projeto de Lei nº 082/2015 do Executivo Municipal que trata da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2016, aprovado ontem (23), no plenário da Casa Legislativa.

“A Câmara foi soberana em analisar com muita propriedade as mais de cem emendas. Houve muita discussão no plenário em relação ao mérito, mas o vereador Walfran Torres, relator da proposta na Comissão de Finanças foi inquestionável na discussão técnica das emendas. A bancada dá o voto de confiança à uma LDO mais enxuta e preparada para a crise”, completou”, disse Wilker Barreto.

A proposta começou a tramitar na Casa Legislativa no dia 27 de abril. Cento e trinta emendas foram apresentadas e analisadas, passaram pela CCJR, na terceira comissão foram derrubadas 65 e cinco foram retiradas a pedido do autor, vereador Elias Emanuel. Agora, a matéria segue para sanção do prefeito Arthur Virgilio Neto (PSDB).

Pauta zerada

Na oportunidade, Wilker Barreto ressaltou que, na Ordem do Dia desta quarta-feira (23), constarão cinco vetos e 40 projetos de lei para deliberação, e consequentemente, as propostas serão encaminhadas a Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR), o que deve zerar a pauta deste primeiro semestre. Já a conclusão da Reforma da Lei Orgânica do Município de Manaus (Loman), conforme disse o presidente, será trabalhada após o recesso parlamentar. “Para a votação da matéria é necessário o interstício entre a primeira e segunda discussão. Então quando voltarmos (do recesso), no próximo dia 13 de julho, temos 15 dias para cumprir o interstício e analisar as emendas com calma, ao mesmo tempo em que chega o Plano de Mobilidade Urbana”, informou Wilker Barreto.

Mario Dantas