Waldemir propõe criação de um pacto pela paz na cidade de Manaus

By -
Ver. Waldemir José

Ver. Waldemir José

Por conta da violência, do preconceito contra nordestinos e negros e a intolerância religiosa e sexual em Manaus, o vereador Waldemir José (PT) deu entrada na Câmara Municipal de Manaus (CMM), na manhã desta terça-feira (28), no requerimento que solicita a realização de Audiência Púbica com a participação da sociedade manauense, de instituições e dos Governos cujo objetivo é criar o movimento Social “Manaus de Paz” como forma também de combater a crescente onda de violência em nossa cidade.A iniciativa foi motivada pelos inúmeros casos de violências prosseguidas de homicídios, preconceito e discriminação contra negros, nordestinos, homossexuais e religiosos noticiados quase que diariamente nos jornais da cidade. Além dos constantes assaltos que ocorrem nas escolas e unidades básicas de saúde do município.

Waldemir justifica que matérias de jornais dão conta de que em 2015 já aconteceu 16% a mais de casos de homicídios na cidade de Manaus em relação ao ano de 2014. Além disso, são crescentes os processos de agressões contra as  mulheres, no amazonas foram 500 processos em 7 dias na Vara Especializada.

“Não podemos ficar de braços cruzados. Precisamos reagir, e essa reação envolve a sociedade. Cabe a todos, em especial, aos governos e instituições  convocar o pacto da paz”, disse Waldemir José.

Serão convidados a participar dessa Audiência Pública, se aprovada pela Câmara, a Prefeitura de Manaus, Governo do Estado, Central Única dos Trabalhadores (CUT/AM), Federação do Comércio e das Indústrias, Arquidiocese de Manaus, instituições religiosas, Universidades e Faculdades, Ordem dos Advogados do Amazonas (OAB/AM), Sindicatos dentre outras.

Roberto Brasil