Vice-presidente da Disney vem a Manaus tratar sobre parque temático

By -

Grag Hale estuda criar parque temático na região

Da Redação – Está chegando em Manaus, nesta quarta-feira (16), o vice-presidente da Walt Disney, Greg Hale. O anúncio foi feito ontem (14), na tribuna da Câmara Municipal de Manaus (CMM), pelo vereador Missionário André (PTC).

Foram oito meses de conversar entre o parlamentar e o empresário da Disney para ver a possibilidade da construção de um parque nos mesmos moldes aqui na Amazônia. O vereador Missionário André informou ainda que também está se vendo a possibilidade de construir resorts e hotéis para atender o fluxo de turistas do Brasil e do mundo atraídos pela biodiversidade nesta região.

“A ideia surgiu a partir de uma visita ao parque, há nove anos, onde viu de perto que este tipo de entretenimento aquecia de forma singular a economia dos Estados Unidos. Tudo isso foi colocado no emails que enviei e nos quais tive respostas. Agora, nós devemos nos unir e não podermos perder esta grande oportunidade de criar um verdadeiro Polo Turístico  em nosso estado. Vamos unir forças para  convencer o vice-presidente, que o Amazonas é viável.  Que venha a Disney, estamos preparados para um novo momento no turismo do nosso Estado”, salientou.

O vereador fez um discurso semana passada sobre a dependência da Zona Franca de Manaus e as potencialidades turísticas no Amazonas que tem suporte para alavancar o turismo, mas a incompetência na geração de novas alternativas adequadas para o aquecimento econômico deixou a região dependente do modelo Zona Franca. “Nesses 50 anos de Zona Franca, o Amazonas foi incompetente na geração de novas alternativas econômicas, por depender apenas dessa fonte de renda. Se acabar a ZFM acabou nosso Estado” afirmou.

A Disney no coração da floresta amazônica

Segundo o vereador Missionário André, a ideia de trazer o parque é por acreditar na força do Polo Turístico da região e vê nessa iniciativa uma alternativa para garantir mais emprego e renda aos amazonenses. “A ideia foi apresentada, no inicio do ano, ao Prefeito de Manaus Artur Neto, vereadores e autoridades e também será levada ao novo governador do Estado”.

“O nosso Estado tem potencial turístico, mas o turismo não é explorado. A Zona Franca é importante para Manaus e para o Estado, mas não se pode depender única e exclusivamente desse modelo. Temos uma região turística, que a meu ver não funciona mesmo com a potência que sabemos que existe. Eu já me posicionei. Não podemos depender apenas da Zona Franca. Porque pelo que estou vendo, se acabar a Zona Franca todas as empresas vão embora daqui. E como ficamos?”, esclareceu.

Mercedes Guzmán

Roberto Brasil