Vereadores vão a Brasília defender propostas da CMM para a Reforma Política

By -
Os parlamentares retornam à Manaus na noite de quinta-feira

Os parlamentares retornam à Manaus na noite de quinta-feira

Uma comissão de vereadores da Câmara Municipal de Manaus (CMM) desembarca nesta quarta-feira (15), em Brasília, para apresentar o posicionamento da sociedade manauara e do 5º maior legislativo municipal do País em torno das propostas previstas na PEC 352/2013 que trata da Reforma Política. O grupo de parlamentares é formado pelo presidente da Câmara, vereador Wilker Barreto (PHS), pelo presidente da Comissão Especial da Reforma Política da CMM, vereador Gilmar Nascimento (PDT), pelo vice-presidente da Comissão e líder do PSD, Luis Mitoso e pelo relator, Professor Bibiano (PT). Os parlamentares viajam após a sessão desta quarta e retornam a Manaus na quinta-feira a noite.

Wilker Barreto explicou que uma reunião com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB/AL) e com Eduardo Cunha (PMDB/RJ) da Câmara Federal está confirmada e no encontro, presidentes das cinco principais câmaras municipais, entre elas a de Manaus, será apresentado o posicionamento dos parlamentares.

“As Câmara Municipais das capitais não podem passar longe disso, precisamos ser ouvidos. Tenho a certeza de que a Câmara contribuirá bastante, pois nossas discussões acontecem sempre de forma muito madura, ordeira e democrática. Precisamos estar juntos para que possamos dar nossa contribuição nesse momento histórico que vive o País”, destacou Wilker ao lembrar que o movimento de reunir as cinco principais Câmaras Municipais foi disparado durante as visitas que fez em fevereiro e início de abril, quando esteve em São Paulo e Rio de Janeiro, respectivamente.

Alguns dos pontos que serão defendidos pelos parlamentares de Manaus foram discutidos previamente durante uma reunião de líderes realizada no final da manhã desta terça-feira (14). A manutenção do voto facultativo e o voto distrital foram consenso entre os vereadores. O financiamento de campanha, a redução do tempo dos mandatos e o tempo mínimo de filiação partidária para eventual candidatura também foi tema discutido na reunião.

coalizão

Outra importante proposta que será levada pelos vereadores é a da Coalizão pela Reforma Política Democrática e Eleições Limpas, conforme propôs o vereador Bibiano. “É importante colocar essa proposta em virtude da luta dos movimentos e do que foi feito aqui”, justificou Bibiano. Os quatro pontos principais da proposta são: proibição do financiamento de campanha por empresas e adoção do Financiamento Democrático de Campanha; eleições proporcionais em dois turnos; paridade de gênero da lista pré-ordenada e o fortalecimento dos mecanismos da democracia direta com a participação da sociedade em decisões nacionais importantes.

O presidente da Comissão Especial da Reforma Política da CMM, vereador Gilmar Nascimento (PDT), ressaltou que os trabalhos vão continuar na Câmara, pois a Comissão ainda está colhendo os posicionamentos. “Ainda não terminamos o relatório da Comissão, ainda estamos colhendo mais informações. já recebemos projetos da Coalizão, e de outras instituições, mas que ainda estão sendo avaliados pelo colegiado. Temos prazo para entregar o relatório, uma vez que a reforma deverá ser votada até o fim de maio”, explicou Gilmar.

Participaram da reunião os vereadores: Luis Mitoso (PSD), Gilmar Nascimento (PDT), Felipe Souza (PTN), Joãozinho Miranda (PTN), Walfran Torres (PTC), Amauri Colares (PROS), Rosivaldo Cordovil (PTN), Elias Emanuel (PSB), Hiram Nicolau (PSD), Glória Carrate (PSD), Alonso Oliveira (PTC), Pastora Luciana (PP), Arlindo Júnior (Pros), Jairo da Vical (Pros), Bibiano (PT), Therezinha Ruiz (DEM), Wilker Barreto (PHS), Waldemir José (PT), entre outros.

Roberto Brasil