Vereadores querem tornar Armando do Valle “persona non grata” de Parintins

By -
Armando do Valle

Armando do Valle

Acusado de ser o principal operador no esquema investigado pela Polícia Civil a pedido do Ministério Público Estadual sobre suposta compra de jurados e consequente manipulação do resultado do Festival Folclórico de Parintins 2015, o empresário Armando do Valle está prestes a ganhar o título de persona no grata da cidade de Parintins. O vereador Rai Cardoso (PMDB) apresentou um Projeto de Decreto Legislativo nº 007/2015 que concede o Título de Persona Non Grata a Armando pelos escândalos denunciados.

O requerimento foi aprovado por unanimidade no plenário da Câmara Municipal de Parintins. Armando do Valle, segundo Cabeça, na década de 90 ganhou o título de cidadão Parintins, na época pedido pelo ex-vereador Frank Luiz da Cunha Garcia, o Bi Garcia, atual deputado estadual pelo PSDB.

“Esse esquema de manipulação do resultado do Festival de Parintins tem pessoas fiéis a Armando do Valle que deixaram o Garantido e estão com ele no Caprichoso conhecidas como “sombras” que viajam, antecipadamente, aos estados na frente dos fiscais para fazer lobby ao boi dentro da trapaça. A gravação encerra com Armando do Valle orientando Chico Cardoso de como proceder e o que colocar na arena do Bumbódromo. “Vocês usaram aquele boizão lá em cima né? Pois é, acho que vocês devem deixar ele durante o espetáculo final”, determinou Armando ao membro do Conselho de arte do Caprichoso”, comentou o parlamentar do PMDB na tribuna.

Na avaliação de Cabeça tal escândalo afetou negativamente o festival, caindo em descrédito e afastando turistas e apreciadores da belíssima festa de forma a causar prejuízos irreparáveis. “Tudo isso em que pessoa com ganância como Armando do Valle age de má-fé para denegrir a imagem de pessoas que estão à frente das associações e o que é pior manchar a imagem de nossa maior festa popular brasileira, que é os Bois Garantido e Caprichoso, realizando a disputa no Festival Folclórico de Parintins. Desta forma, apresentamos o título de “persona non grata” como forma de repudio a todos os atos negativos que venham prejudicar nossa festa”, destacou. O requerimento do parlamentar seguiu para a Comissão de Constituição de Justiça que até o final do mês deverá retornar ao plenário para ser apreciado e votado.

Membros da Família Monteverde, fundador do Boi Garantido, comemoraram na imprensa e nas redes sociais a aprovação prévia do requerimento por parte dos parlamentares. A pedagoga Cleomara Monteverde, neta de Lindolfo, afirmou que a Associação Lindolfo Monteverde acompanha o tema.

Caso da Fraude sob investigação

O empresário Armando do Valle e o teatrólogo do Caprichoso Chico Cardoso estão sendo investigados na ação penal por meio do Procedimento Investigatório Criminal n° 002/2015 – 1ª e 2ª PJPIN. A investigação teve início quando os Promotores de Justiça Yara Rebeca Albuquerque Marinho de Paula e Flávio Mota Morais Silveira tomaram conhecimento do fato por meio de publicação na imprensa. O MP no mesmo processo abriu Ação de Improbidade Administrativa contra o servidor da área de segurança pública pela interceptação telefônica fora das hipóteses legais e, posteriormente, vazou para terceiros o conteúdo das gravações.

O Caprichoso foi o vencedor do Festival Folclórico de Parintins de 2015. Os promotores Yara e Flávio pedem a anulação do resultado na peça denunciada. /// Hudson Lima

Mario Dantas