Vereadores debatem sobre tarifa do transporte em Manaus

By -

Da Redação – Nesta quarta-feira (15), os vereadores da Câmara Municipal de Manaus debateram mais uma vez sobre a tarifa do transporte (R$ 3,80), a possibilidade de baixar este valor, a qualidade do serviço, a liberação da faixa azul, a necessidade do BRT, entre outros.

Ver. Gedeão Amorim

O vereador Gedeão Amorim (PMDB) disse que o problema do transporte não pode ser restrito apenas ao valor da tarifa de Manaus, que não difere de outras capitais. “Temos que cuidar também dos salários dos trabalhadores, cumprimento dos horários, a qualidade do serviço. Uma coisa que nos incomoda a todos é a indefinição do uso da faixa azul, pois continuamos com grande número de veículos nas outras vias e esta faixa exclusiva está vazia”, destacou.

Neste sentido, o parlamentar fez uma Indicação (084) ao executivo para determinar um prazo para que todos os ônibus adaptem suas portas e utilize esta faixa azul, que segundo a justificativa dele estaria atrapalhando o fluxo de veículos e apontou como exemplo os 419 ônibus que diariamente passam na avenida Constantino Nery.

Diminuição do valor da tarifa depende da vontade politica

Ver. Chico Preto

O vereador Chico Preto (PMN) disse que a CMM tem os instrumentos legais para revogar a decisão do Prefeito de Manaus que aumentou R$ 3,80 a tarifa no transporte e é possível através de Decreto Legislativo. “Para isto é preciso aprovação dos vereadores de Manaus com os seguintes argumentos: Temos transporte público sem qualidade no serviço. Neste momento, o Tribunal de Contas, Ministério Público e Justiça do Amazonas se debruçam neste assunto. O Tribunal de Contas sugere fixar em R$ 3,50. Isto já é uma divergência suficiente para que a CMM possa se posicionar e a tarifa seja fixada em R$3,50 estamos esperamos um posicionamento técnico para a partir daí possa ser votada nesta casa e espero que a maioria dos vereadores não esqueça que foram eleitos pela população.”

300 ônibus novos em circulação

Ver. Marcel Alexandre

“É política eleitoral porque o Governo do Estado tirou o subsidio do transporte. O Prefeito de Manaus segurou a tarifa por quatro anos, agora não pode. A CMM não tem a competência para revogar o aumento da tarifa, isso cabe ao Prefeito. Esta casa fiscaliza. É sua obrigação dentro da lei, As planilhas estão à disposição de todos. Estamos exigindo 300 ônibus novos, alguns já chegaram e estarão em circulação”, afirmou o vereador Marcel Alexandre (PMDB).

Liberação da faixa azul

O vereador Sassá da Construção Civil (PT) protocolou a indicação (077), onde explica que as vias de circulação exclusiva, faixa azul, sejam compartilhadas por motocicletas. “O objetivo é reduzir os transtornos e os conflitos verificados diariamente no trânsito da capital e dar mais fluidez ao transito, para as 147.481 motocicletas que rodam nas ruas compartilhem do mesmo espaço dos veículos autorizados nesta faixa”, salientou.

O parlamentar também apresentou outra indicação (088) solicitando a liberação da Faixa Azul no horário de 9H às 15h e explicou. “Esperamos que a Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) atenda a nossa solicitação que tem a finalidade de eliminar um flagrante vazio de utilização da faixa azul, especialmente nos horários picos (vespertino e noturno)”, concluiu./// Mercedes Guzmán

Roberto Brasil