Vereadores cobram melhorias no transporte público de Manaus

By -

Da Redação – Nesta terça-feira (21), os vereadores da Câmara Municipal de Manaus continuaram o debate sobre o transporte público desta vez referente ao PL 061 de 2017 do Executivo que destina orçamento a cinco órgãos, dentre os quais a Superintendência Municipal de Transporte Urbano (SMTU) que está incluída com uma concessão de subvenção às Empresas de Transporte Público de R$ 5.003.315,68 referentes ao mês de fevereiro. Muitos parlamentares apoiam a decisão do Prefeito de Manaus e outros reclamam a qualidade do serviço e dinheiro para outras áreas como saúde e educação.

Para o vereador Claudio Proença (PR) o poder público está fazendo a sua parte que é de cobrar pela melhoria do serviço de transporte. “Hoje o debate na CMM sobre o transporte púbico é produtivo, mas há muito a ser feito. Infelizmente temos um grupo de empresários do transporte que não tem respeito com o usuário. Se reuniram, se comprometeram no tema do troco e os vereadores fiscalizaram e nada foi feito. Assim continuaremos a verificar e cobrar para melhorar a qualidade deste serviço”, disse.

Vereadora Joana D’Arc

“A planilha não foi apresentada. Foi explicado o que seria esta planilha. Eu tive acesso aos documentos e não são suficientes, pois se referem apenas há um ano. Seria bom os últimos três anos pelo menos.Temos apresentado um requerimento para que a tarifa volte atrás até contar com uma determinação final do Tribunal de Contas”, explicou a vereadora Joana D’arc (PR).

A parlamentar também explicou ser necessário verificar se essas empresas pagaram os seus impostos. “Elas estão devendo e a Prefeitura vai dar cinco milhões de reais em subsídios. Quer dizer que continuaremos contribuindo com impostos e este dinheiro só irá para o transporte, e as outras áreas de saúde, educação e outras? O Prefeito deve parar, conversar, explicar à população antes e não depois de decidir”, frisou.

Vereador Sassá da Construção

Na oportunidade, o vereador Sassá da Construção Civil (PT) disse ser a população quem está pagando o aumento da tarifa de R$ 3,80. “Na minha opinião não irá a baixar. Agora é hora de cobrar melhorias tanto os vereadores como os usuários deste serviço”, destacou.

Para o vereador Marcel Alexandre (PMDB) é preciso pagar as dívidas com estas empresas para manter o sistema e obter melhor serviço. “Para isto foi entregue 10% do total dos novos ônibus. O trabalho desta casa é de fiscalizar tanto vereadores da situação quanto da oposição. Agora temos o fato novo do Tribunal de Contas, através da desembargadora Yara Lins, que está observando esta situação e toda contribuição servirá para um melhor resultado em benefício da população.”

Desaprovam fiscalização da SMTU

Vereador Jaildo dos Rodoviárias

Para o vereador Jaildo dos Rodoviários (PCdoB) hoje não existe mais subsídio e que essa verba da Prefeitura será direcionada para a população visando melhorar o serviço de transporte público com novas paradas, novos ônibus e outros.

Referente ao aumento de assaltos aos ônibus disse que a segurança está muito difícil. “Quinze assaltos aos ônibus foram registrados ontem (20) e isto mostra que é necessário reforçar mais este tema”, salientou o vereador.

Por outra parte, no tema da fiscalização da Lei do troco realizada pela Superintendência Municipal de Transporte (SMTU) foi desaprovada. “A intenção da SMTU foi correta, mas não a maneira que eles abordaram o cobrador. Os fiscais não podem intervir se no caixa há moedas ou não. Esse problema é da empresa, que deve repassar as moedas antes da rota”, destacou Jaildo.

O artigo 257, inciso VI, prevê ao usuário receber o troco integral quando efetuar o pagamento com a moeda mais próxima de cinco vezes o valor de uma passagem inteira, sendo o passageiro transportado gratuitamente em caso de inexistência do troco integral. Já o inciso VII, do mesmo artigo, garante que o dinheiro que vai servir de troco aos passageiros deverá ser providenciado pelas empresas e repassado aos cobradores dos coletivos no início de cada jornada de trabalho. (Mercedes Guzmán)

Roberto Brasil