Vereador irá denunciar retirada de equipamentos da Santa Casa a órgãos federais

By -

santa-casa-manaus-leitos-abandonoA retirada de equipamentos médicos das dependências do Hospital Santa Casa de Misericórdia, localizado no centro de Manaus, será denunciada à Polícia Federal, Ministério Público Federal (MPF/AM) e Receita Federal, anunciou o vereador Isaac Tayah (PSD), nesta segunda-feira (1º), em seu pronunciamento na tribuna da Câmara Municipal de Manaus (CMM). 

Segundo Tayah, o valor de R$ 30 milhões, que seria a dívida do hospital, não é procedente, e seria um fato criado para atrapalhar a reabertura da unidade de saúde. “Há ONGs e clínicas em Manaus que mantêm convênio com o SUS (Sistema Único de Saúde), recebem dinheiro do SUS, um dinheiro que é público, e não fazem doação para a Santa Casa. Por isso iremos fazer a denúncia”, salientou.

Durante o seu pronunciamento, o parlamentar citou a visita realizada por ele e o vereador Professor Samuel (PPS), na última segunda-feira (25), na Santa Casa de Misericórdia. Para ele, não há interesse por parte da comissão interventora – que está à frente da administração do hospital -, em evitar os saques que vem ocorrendo no local, o que motivou a inspeção, após denúncias de que equipamentos estavam sendo retirados do local, para doação.

“O que está ocorrendo ali não é doação, mas furto. Aqueles equipamentos se encontram sub judice dos funcionários do hospital, em virtude da dívida trabalhista, que segundo eles é de R$ 800 mil. O que há é uma máfia interessada em não reabrir o hospital”, salientou.

O vereador Mario Frota que acompanha há muito tempo este problema de reabertura da Santa Casa também se pronunciou para defesa da instituição e disse que nenhuma autoridade toma uma atitude para resolver esta situação.

Roberto Brasil