Vereador Bibiano por meio de ofício propõe à SSP criação de um Fórum Permanente de Segurança Pública

By -
Ver. Bibiano

Ver. Bibiano

Com o objetivo de contribuir com o enfrentamento à violência, minimizar a angústia, o medo e o sofrimento dos moradores da região norte da cidade, o vereador Professor Bibiano (PT) enviou um ofício ao secretário de segurança pública, Sérgio Fontes solicitando apoio na promoção e construção de uma cultura da paz na região, por meio de revitalização do programa Ronda nos Bairros e a criação de um Fórum Permanente de Segurança Pública.

O documento enfatiza a realização de audiência pública no último dia 30 de abril, pela Comissão de Legislação Participativa (Comlep) da Câmara Municipal de Manaus (CMM), onde foi discutido o tema segurança pública no bairro Santa Etelvina com moradores, comerciantes, gestores de escolas e representantes da SSP, evento realizado a pedido dos próprios comunitários.

Por meio do ofício, o parlamentar pede urgência na revitalização do programa Ronda nos Bairros, como o aumento do efetivo de guardas, elaboração de um plano estratégico de segurança pública, que diminua o alto índice de violência na região. Além de se colocar a disposição para colaborar com a criação do Fórum formado por entidades representativas da sociedade civil e órgãos governamentais.

“Na audiência realizada na quinta passada foi enfatizado pelos representantes da secretaria de segurança, que o Ronda no Bairro está sendo revitalizado e por isso pedimos que isso seja feito o mais rápido possível. E a criação de um fórum com certeza iria contribuir. A sociedade teria a possibilidade de participar e assim contribuir na construção da cultura da paz”, destacou o vereador.

Manifestação

Além do ofício, os moradores do bairro e adjacências estão colhendo assinaturas para a entrega de um ‘abaixo-assinado’ com o mesmo pedido do ofício.

O ‘documento’, enfatiza que os moradores do bairro estão atentos aos problemas de segurança pública que Manaus vem enfrentando nos últimos anos, como os assombrosos assaltos e roubos que estão ocorrendo em domicílios, comércios, escolas, ônibus, postos de gasolinas, igrejas, Unidades Básicas de Saúde (UBS), bem como assassinatos cruéis e por esse motivo têm esperanças de soluções por parte da SSP.

Em seu discurso na CMM na manhã de ontem (5), o parlamentar elencou alguns fatores, que segundo ele influenciam o aumento da violência, que são a falta de espaço de lazer e cultura nas comunidades; deficiência das escolas, que sofrem com a falta de estrutura tanto física como técnica; precariedade dos equipamentos públicos de atendimento à população nas áreas de saúde, saneamento básico, infraestrutura urbana; despreparo das polícias; falta de políticas públicas educacionais para os jovens e ações de combate ao tráfico de drogas; a má distribuição de renda e ausência de visão no campo do empreendedorismo e, sobretudo a ideia de que o sistema carcerário é a melhor solução para se estabelecer medidas sócias educativas no combate à violência.

Números

Atualmente Manaus está no ranking das 50 cidades mais violentas do mundo, sendo a 33ª. No ano de 2014, foram registrados 749 homicídios, a Zona Norte registrou neste mesmo período 477 crimes, sendo considerada a campeã em violência. No período entre 2002 e 2012, Manaus registrou um aumento de 166,3% do número de homicídios, saltando de 395 para 1.052 casos.

Mario Dantas