Vazante nos rios Purus e Juruá assusta autoridades e preocupa moradores da região sul do Amazonas

By -
Iran Lima

Iran Lima

Da Redação – O prefeito de Boca do Acre Iran Lima mostra preocupação com a vazante deste ano, que segundo ele será uma das maiores dos últimos anos, pois o rio esta praticamente inavegável, o transporte esta se resumindo a pequenas embarcações. A mesma preocupação, também é compartilhada com o rio Madeira, que este ano teve uma cheia recorde, e agora apresenta uma vazante de grandes proporções. Iran Lima que além de prefeito de Boca do Acre também é presidente da Associação Amazonense de Municípios, disse que o transporte fluvial esta comprometido, já que balsas que levam produtos alimentícios, perecíveis e não perecíveis, para abastecer o comercio daquela região, e que saem de Porto Velho em Rondônia ou Manaus, já encontram dificuldades de deslocamento, pois já se nota a presença de bancos de arreia e pequenas ilhas no leito dos rios.

Iran Lima disse que as prefeituras municipais fazem o que podem, com o atendimento as localidades mais afetadas sendo, que o socorro chega através de pequenas embarcações, “ Não temos os dados concretos do numero de famílias desabrigadas, mas é muito grande, praticamente toda zona rural, que existe nas áreas de várzea estão sofrendo com a vazante dos rios, ainda não foi possível fazer um levantamento mais minuciosos, mas acredito que a Defesa Civil Estadual esta atenta e pronta para nós socorrer caso ocorra necessidade” disse o presidente da AAM.

Uma outra preocupação é como setor pecuário, pois existe naquela região a mais importante zona pecuária do Amazonas, onde dezenas de fazendas estão sofrendo com a vazante, mas o atendimento técnico já esta sendo realizado, e como existe inúmeras de localidades e pastos em terra firme, a criação de gado não esta comprometida, apenas existe a preocupação com aquela que ´promete ser uma vazante histórica no Amazonas.//(Kennedy Lira)

Mario Dantas