Vasco goleia Jorge Wilstermann e se aproxima dos grupos da Libertadores

By -

Com a vitória, o Vasco joga pelo empate e até mesmo poderá perder por três gols de diferença na próxima semana, na Bolívia – Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Vasco fez o dever de casa e venceu o Jorge Wilstermann (BOL) por 4 a 0, nesta quarta-feira (14), em São Januário, pela última fase preliminar da Copa Libertadores da América. Paulão, Paulinho, Yago Pikachu e Rildo fizeram os gols que colocam o time cruzmaltino em vantagem.

Com a vitória, o Vasco joga pelo empate e até mesmo poderá perder por três gols de diferença na próxima semana, na Bolívia, que ficará com a vaga na fase de grupos da Libertadores.

Se passar de fase, o Vasco integrará o Grupo 5, o mesmo do Cruzeiro. Completam a chave o Racing, da Argentina, e a Universidad de Chile.

Jogando em casa, o Vasco partiu para cima do adversário. Em boa jogada de Henrique, pela esquerda, a bola chegou até Evander na entrada da área. O jovem atacante finalizou de primeira e mandou por cima de Gímenez. A torcida se empolgou com o lance e fez barulho em São Januário.

Após Evander, foi a vez de Wagner levar perigo. O jogador arrancou na intermediária e chutou muito forte de fora da área. A bola tinha endereço e obrigou Gimenez a fazer boa defesa e evitar o primeiro do Vasco, que começou com tudo.

Após a pressão inicial, o jogo ficou mais equilibrado. E quando parecia que o Jorge Wilstermann faria partida dura, o Vasco conseguiu abrir o placar. Em jogada ensaiada, Ricardo quase abre o placar de cabeça. Gimenez fez grande defesa, mas no rebote viu Paulão chutar com muita força e estufar as redes, aos 18min: 1 a 0.

Um lance curioso marcou o segundo gol do Vasco. Aos 40min, a defesa do Jorge Wilstermann parou pedindo impedimento, mas Paulinho, que estava em posição legal, se antecipou ao goleiro e cabeceou para as redes. O problema é que Gimenzes tentou socar a bola e acertou a cabeça do jovem atacante, que foi ao chão, mas conseguiu ampliar o placar.

Com o jogo ao seu jeito, o Vasco passou a pecar em jogadas-chaves e viu o duelo ficar estacionado. Os bolivianos, porém, davam várias oportunidades para os brasileiros ‘matar’ o duelo. Zé Ricardo, então, decidiu pelas entradas de Riascos e Rildo.

Preocupado em matar a partida, o Vasco levou um susto aos 22min. Em falta cobrada pela esquerda, Lucas Gaúcho se antecipou a Martin Silva e quase diminuiu. O goleiro uruguaio saiu mal, mas deu sorte e viu a bola sair pela linha de fundo.

O Vasco encaminhou a classificação ao fazer 3 a 0 nos minutos finais da partida. Pressionado, o time cruzmaltino encaixou um contra-ataque e chegou ao terceiro gol aos 42min, com Yago Pikachu.

O dedo de Zé Ricardo se fez presente na goleada. Ele colocou Rildo e Riascos para sacramentar a vitória. O equatoriano deu uma assistência, e Rildo fez o quarto, aos 49min.

Roberto Brasil