Ufam lança aplicativo sobre violência contra mulher no Amazonas

By -
app-ovgamCom o objetivo de difundir dados sobre a violência contra mulheres no interior do Estado em linguagem acessível, o aplicativo estatístico OVGAM-App, será lançado dia 19 de outubro, na Universidade Federal do Amazonas.

O aplicativo traz um relatório estatístico descritivo e analítico do banco de dados formado a partir da consulta de boletins de ocorrências policiais de delegacias no interior do Amazonas, visitadas entre os anos de 2012 e 2016.

O OVGAM-App foi desenvolvido pelo Observatório da Violência de Gênero no Amazonas, programa de extensão universitária da UFAM, com recursos Pró- Reitoria de Inovação Tecnológica – PROTEX e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas – FAPEAM. A coleta de dados foi realizada por bolsistas do programa nas regiões do Alto Solimões e Baixo Amazonas. A análise estatística foi conduzida pelo Dr. James Dean Oliveira do Santos Júnior (ICE/UFAM).

Segundo Leonardo Rodrigues de Souza (21), estudante de Estatística da Universidade Federal do Amazonas e programador do aplicativo, em 3 meses já se tinha um esboço, mas o projeto foi finalizado em 9 meses. “O App funciona online. Para produzir esse aplicativo eu pesquisei muito em fóruns, pedi ajuda a alguns professores. A ideia era ter um aplicativo que mostrasse dados graficamente, de forma fácil, coletando dados armazenados em nuvem”. Leonardo explica que, inicialmente, o aplicativo estará disponível somente para computadores, e assim passará por um período de testes e ajustes no funcionamento.
No aplicativo são analisados indicativos como faixa etária da vítima e autor, frequência das ações, raça/etnia, estado civil, escolaridade, entre outras características das mulheres de Amaturá, Atalaia do Norte, Benjamin Constant, São Paulo de Olivença, Santo Antônio do Içá, Tabatinga e Tonantins – no Alto Solimões -, e de Barreirinha, Boa Vista do Ramos, Maués e Nhamundá – no Baixo Amazonas.
Frente à escassez de dados sobre a violência contra mulheres no interior do Estado, o material visa melhor dimensionar os casos reportados às agências de segurança pública e sua relação com o sistema de justiça, elaborando parâmetros e indicadores que a curto, médio e longo prazo favoreçam uma compreensão mais aprofundada do problema em suas nuances regionais.
O lançamento faz parte da programação do “Seminário Violência & Gênero no Amazonas”, evento que promoverá debates e discussões sobre violência e gênero no Estado.

Roberto Brasil