Trio japonês ‘Yui’ faz apresentação inédita no Teatro Amazonas

By -
O trio japonês vai se apresentar dia 10, às 20h, no Teatro Amazonas

O trio japonês vai se apresentar dia 10, às 20h, no Teatro Amazonas

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Consulado do Japão e Fundação Japão, órgão responsável pela difusão da cultura japonesa, dão continuidade às comemorações dos 120 anos de amizade Brasil – Japão com o espetáculo musical “Yui e Trio de Instrumentos Tradicionais do Japão”, no próximo dia 10 de junho, às 20 horas, no Teatro Amazonas.

O show será apresentado por Chie Hanawa, Ko Kakinokihara e Yoshimi Tsujimoto, que vão tocar, cada uma delas, os instrumentos Tsugaru shamisen, Koto e Shakuhachi, respectivamente. As três instrumentistas são graduadas pelo Curso de Música Tradicional Japonesa do Departamento de Música da Tokyo University of the Arts.

Em outubro de 2009, o trio foi aclamado logo em sua primeira apresentação, em Quioto. Em 2010, o trio criou uma obra original que se tornou música tema para promover o “TBS Akasaka Sacas”, um grandioso empreendimento comercial em Tóquio. Sua discografia inclui o primeiro álbum, “Hajimari no oto” (O som do início), e “Tada, kimi ni” (Apenas, para você). Hoje em dia, o trio atua, principalmente, em Tóquio.

Na apresentação musical, que tem entrada franca, três tipos de instrumentos musicais tradicionais serão conhecidos pelo público local, tais como o Koto, instrumento musical de cordas dedilhadas, composto de uma caixa de ressonância com diversas cordas e o mais popular dentre os instrumentos musicais tradicionais japoneses. Foi introduzido no século VI (época do imperador Kinmei), vindo da China (dinastia T’ang). Durante séculos a música de koto foi cultivada pela nobreza.

De acordo com o governador do Amazonas, José Melo, assistir a um espetáculo como esse é uma oportunidade sem igual de enriquecimento cultural: “Não é sempre que recebemos representantes da cultura japonesa. Prestigiá-las significa agradecermos a grande contribuição que seus antepassados tiveram na construção de nosso Estado”, afirmou.

Para o secretário de Estado de Cultura, Robério Braga, “trazer um pouco da cultura nipônica para a nossa cidade enriquece nosso conhecimento e fortalece nossos laços de amizade nipo-brasileiro, que possuem mais de um século”.

Roberto Brasil