Trio é preso com 200 trouxinhas de maconha

By -
O trio foi autuado por tráfico de drogas, associação para o tráfico de drogas e corrupção de menores

O trio foi autuado por tráfico de drogas, associação para o tráfico de drogas e corrupção de menores

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação do 26º Distrito Integrado de Polícia (DIP), sob comando do delegado titular da unidade policial, Fabiano  Pignata, prendeu na terça-feira (03), Antônio Batista Dias, 32, conhecido como “Grande”; Waldenias Nery Monteiro, 27, chamado de “Wal”, e Wendel Lancaster Araújo Andrade, 25, envolvidos com o tráfico de drogas no bairro Santa Etelvina, zona Norte. Um adolescente de 15 anos foi apreendido durante a ação policial por porte de droga.

De acordo com Pignata, eles chegaram até os infratores após avistarem o adolescente em atitude suspeita, em frente a um salão de beleza, que já estava sendo monitorado por funcionar como ponto de venda de entorpecentes.

“O adolescente estava com o pacote suspeito no bolso e resolvemos abordá-lo. Na ocasião, admitiu ser usuário de drogas. Com ele foi encontrada uma trouxinha de maconha. Ao ser questionado sobre a procedência do entorpecente, negou ter comprado o produto ilícito no salão, porém nossa equipe de investigação retornou ao lugar e encontrou os homens embalando a droga”, explicou Pignata.

Conforme a autoridade policial, as prisões de Antônio, Waldenias e Wendel ocorreram por volta das 17h, na Rua Nossa Senhora de Fátima, bairro Santa Etelvina, zona Norte. Com eles foram apreendidas 200 trouxinhas de substância entorpecente com aspecto de maconha, uma porção média da mesma substância ilícita, encontrada dentro de um recipiente, além de R$ 450 em espécie. Antônio assumiu ser o dono da droga. Ele afirmou, ainda, que daria cinco trouxinhas aos comparsas por estarem embalando os entorpecentes.

“Durante os procedimentos na delegacia ficamos sabendo que “Grande” estava vendendo drogas para alunos de uma escola pública próxima ao salão. O homem já era conhecido pela equipe de investigadores do 26° DIP, pois já havia sido autuado em flagrante três vezes pelo mesmo crime”, afirmou o delegado.

Fabiano Pignata ressaltou que no dia 7 de março deste ano, durante cumprimento de mandado de busca e apreensão na casa de Antônio, foram encontrados 500 gramas de maconha.  Como o infrator não estava no imóvel no momento da ação policial, a companheira dele, Fabíola Coelho Lopes, 30, foi presa pelo crime e ele foi indiciado.

O trio foi conduzido ao 26° DIP e autuado em flagrante por tráfico de drogas, associação para o tráfico de drogas e corrupção de menores. Após a realização dos procedimentos cabíveis, Antônio, Waldenias e Wendel serão encaminhados à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde irão permanecer à disposição da Justiça. O adolescente será conduzido à Delegacia Especializa em Apuração de Atos Infracionais (Deaai).

Roberto Brasil