TRE registra falhas técnicas em mais de 50 urnas eletrônicas durante eleição

By -

Desse total, 16 urnas – 10 em Manaus – foram substituídas

Até o início da tarde deste domingo (6) de primeiro turno das eleições suplementares para governador do Estado, o Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) informou que o número de urnas eletrônicas que apresentaram falhas técnicas subiu para 53. Segundo o secretário de Tecnologia da Informação do órgão, Rodrigo Camelo, 16 urnas foram substituídas.

Segundo Camelo, os problemas apresentados para que houvesse necessidade de substituir as urnas foram erros internos, problema no flash de votação, falha de impressão, urna que não ligou, urna que não inicializava, problema no microterminal e no leitor biométrico.

Das 16 urnas eletrônicas substituídas, 10 estão localizadas em Manaus: as seções localizadas no Centro Social Urbano (CSU) Humberto de Alencar Castelo Branco, na Escola Estadual Raimunda Holanda de Souza, Escola Estadual Engenheiro Artur Soares Amorim, Escola Estadual Wilma Vitoriano Geber, Escola Estadual Padre Pedro Ghislandy, Escola Municipal Carlos Gomes, duas urnas na Escola Estadual Francelina Assis Dantas e outras duas na Escola Estadual Tiradentes.

Já as outras seis estão em Urucará, Humaitá, Anamã, Parintins, Manacapuru, Codajás.

Urna substituída na EST após aglomeração

Na Escola Superior de Tecnologia (EST/UEA), localizada na Avenida Darcy Vargas, bairro Parque Dez, zona centro-sul, as seções 549 e 561 foram unidas em uma única sala, o que causou transtornos desde às primeiras horas da manhã deste domingo (6), pois foi disponibilizada somente uma urna eletrônica para a votação.

Por volta de 11h30, funcionários do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) paralisaram a votação para realizar a troca da urna, que estava apresentando problemas. A troca demorou cerca de 15 minutos. Segundo o TRE, o balanço das 53 urnas com falhas foi levantado antes dessa ocorrência da EST, ou seja, o número pode aumentar durante o dia.

D24AM

Roberto Brasil