TRE cassa prefeito de Novo Airão e convoca novas eleições

By -

Wilson Santos foi enquadrado na Lei da Ficha Limpa

O prefeito de Novo Airão, Wilton Santos (PSDB), e seu vice, Antônio Tiburtino (Democratas), foram cassados durante decisão do pleno do Tribunal Eleitoral Regional (TRE-AM), nesta segunda-feira (26), por 5 votos a 1. Na sessão também foi definida a realização de novas eleições no Município.

O relator e desembargador João de Jesus Simões tinha um voto diferente, cassando o prefeito e mantendo Tiburnino, mas não foi acompanhado pelo Pleno. Os demais desembargadores seguiram o voto com Bartolomeu Ferreira Júnior.

O Ministério Público Eleitoral pediu a cassação de diplomação de Wilton Santos e do vice. No final do ano passado, a chapa também foi cassada pelo TRE e a Corte Eleitoral anulou a eleição de 2016. Mas o prefeito eleito de Novo Airão recorreu da decisão do TRE e ainda obteve liminar para ser diplomado pela Justiça Eleitoral da Comarca do Município e tomar posse.

Wilton Santos foi arrolado na Lei da Ficha Limpa, e está com os direitos políticos cassados até 2019, depois de ter quatro contas reprovadas no Tribunal de Contas da União e do Tribunal de Contas do Estado, e ser condenado a devolver maia de R$ 3 milhões, por desvios de recursos federais.

Segundo o secretário judiciário do TRE, Waldiney Siqueira, a publicação da decisão vai para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmar a cassação. Após a publicação, a chapa tem até 3 dias para recorrer da decisão. Com a cassação, o TRE tem 90 dias para realizar novas eleições em Novo Airão.

“Precisamos esperar o TSE fazer a publicação para dar continuidade no processo e nos preparar para novas eleições”, falou Waldiney. Ainda cabe recurso ao TSE, mas fontes acreditam que pela Ficha Limpa Wilton Santos teria grandes dificuldades de ganhar no Superior.

(Com PORTAL DO MARCOS SANTOS)

Roberto Brasil