TRE aumentará pontos de transmissão de dados para o 2º turno

By -

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) irá aumentar os pontos de transmissão do segundo turno das eleições suplementares do Amazonas para encerrar a apuração de todas as urnas do Estado até as 20h do próximo domingo, 27, de acordo com o diretor-geral do TRE, Messias Andrade.

“Fizemos um teste com 217 pontos de transmissão no primeiro turno, uma redução em relação ao pleito passado. Nós sentimos dificuldade em alguns locais, então, para o segundo turno, estamos aumentando para 230 pontos de transmissão para ver se conseguimos apurar tudo até as 20h. A ideia é totalizar tudo até as 20h, no primeiro turno, foi uma apuração rápida porque nós nunca havíamos terminado a apuração no mesmo dia, sempre dava problema, mas no primeiro turno, terminamos tudo as 22h34m. Para nós foi um recorde, mas, no segundo turno queremos finalizar ainda mais cedo”, afirmou o diretor-geral do TRE.

Andrade afirmou que a eleição suplementar no Amazonas é usada como referência pelo TSE para a eleição geral em 2018 pelas experiências que estão sendo realizadas, entre elas, o uso exclusivo do Processo Judicial Eletrônico.

“Muito do que estamos fazendo já serve como teste, por exemplo, estamos fazendo teste de funcionalidade dos sistemas eleitorais ao usar, pela primeira vez no País, o processo eletrônico. O que, antes era tudo físico, a tramitação na eleição suplementar está sendo tudo virtual. Isto nunca aconteceu antes. Os advogados tinham uma dificuldade muito grande porque, dependia do horário da abertura do TRE para entrar com representações, processos ou petições. Hoje, ele pode fazer tudo virtualmente. Para o TRE também representa uma economia, colocamos poucos servidores de plantão”, afirmou.

Em relação ao aumento de custo, Andrade disse que o TRE pediu R$ 1 milhão a mais do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para custear o segundo turno. “Nós tivemos duas comunidades de Coari que precisamos colocar transporte especial por meio de helicóptero para poder transmitir mais rápido. O custo das passagens aéreas também aumentou bastante, se não fosse este recurso financeiro, não conseguiríamos mandar todos os PM´s (Policiais Militares) para todo o Estado. O aumento dos pontos de transmissão também representou um custo a mais”, disse.

De acordo com Andrade, na segunda-feira ocorre a última carga de urna do Estado, que ocorre no município de Santo Antônio do Içá e ainda na segundo feira começa a distribuição de urnas dos polos para os locais de votação onde haverá eleição. “A forças militares também já começam a sair para as cidades bem como os juízes eleitorais, aqueles designados para cumprir as missões nos municípios, no demais está tudo calmo, estamos só esperando o dia da eleição chegar”, disse.

Segundo o diretor-geral do tribunal, no segundo turno será utilizado o mesmo quantitativo do primeiro turno. “Conseguimos garantir o mesmo quantitativo. Inclusive, os membros da Polícia Federal já estarão todos em Manaus e devem iniciar a ir aos municípios onde irão atuar. Para nós, é excelente porque, com esta estratégia de utilizar as forças federais em vários municípios, coibimos muito a possibilidade de ilícitos”, afirmou.

D24AM

Roberto Brasil