Traição termina com casa incendiada no Tarumã

By -

Pouca coisa sobrou da casa incendiada (Foto: Sandro Pereira)

Humberto Monteiro Ferreira, conhecido como Beto, 46, foi preso, no início da manhã deste domingo (23), logo após atear fogo na casa dele, na Rua Santo André, comunidade Parque São Pedro, bairro Tarumã, zona oeste da capital. O amigo do suspeito, o diácono Sidney Silva, 42, relatou que Beto incendiou a casa porque descobriu que tinha sido traído pela mulher dele.

Moradores da área relataram que o homem tirou um casal de filhos, uma menina de 8 e um adolescente de 13, de dentro da residência antes de incendiar o imóvel de alvenaria, que teve perda total.

O incêndio criminoso ocorreu às 6h28. O Corpo de Bombeiros utilizou 5 mil litros de água para controlar o fogo, conforme informações  do órgão.

De acordo com o amigo, Beto já tinha contado  para ele que tinha descoberto que a mulher o traia há cerca de um mês. “Depois disso, o Beto e a mulher brigavam todos os dias “, disse.

Humberto e o casal de filhos foram levados por uma guarnição da 20ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) para o 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Na delegacia, a equipe de investigação informou à reportagem que Humberto foi ouvido e liberado, após o delegado decidir abrir um inquérito para investigar o caso.

O casal de irmãos foram entregues para a mãe deles, que teve o nome preservado.

D24AM

Roberto Brasil