Torcedor do Botafogo foi assassinado com golpes de espeto de churrasco

By -

Diego da Silva dos Santos, de 28 anos, torcedor do Botafogo, que morreu no domingo passado no arredores do Engenhão, antes do clássico entre o clube alvinegro e o Flamengo, pelo Campeonato Carioca, não foi atingido por uma bala, conforme informaram os policiais que prestaram os primeiros socorros. De acordo com o laudo do Instituto Médico Legal, Diego morreu após ter sido atingido várias vezes por um objeto “perfuro contundente” — um espeto de churrasco, que teria sido furtado de um bar perto do estádio. A informação foi divulgada, neste domingo, pelo “Esporte Espetacular”, da Rede Globo.

Por causa da confusão, a Justiça do Rio decidiu, em caráter liminar, acatar o pedido do Ministério Público e instaurar torcida única nos clássicos cariocas. A Procuradoria Geral do Estado e o Flamengo anunciaram que vão recorrer da decisão do juiz Guilherme Schilling, do Juizado Especial do Torcedor e os Grandes Eventos. Vasco e Fluminense também se manifestaram contrários à decisão, enquanto o Botafogo mostrou-e inicialmente receptivo à ideia. 

(Da Agência O Globo)

Roberto Brasil