Tony Medeiros solicita do governo Plano de Prevenção às Enchentes

By -
Dep. Tony Medeiros

Dep. Tony Medeiros

O risco de uma grande enchente nos rios da região amazônica, como aconteceu em 2012, quando vários municípios do Amazonas ficaram embaixo d’água, levou o deputado estadual Tony Medeiros a solicitar do Governo do Estado a apresentação do Plano de Prevenção às Enchentes.De acordo com Tony Medeiros, o Plano é importante para garantir que ações de socorro às famílias atingidas pela enchente sejam feitas mais rapidamente. Outra vantagem é identificar áreas que já sofreram alagações e evitar que famílias se instalem nestes locais.

O deputado ressaltou que a cheia dos rios faz parte do cotidiano dos municípios amazonenses, mesmo assim, milhares de famílias ficam desabrigadas ou sofrem com os efeitos das alagações todos os anos. “Não dá pra entender como um problema que se repete todos os anos, continua sem solução e prejudicando milhares de famílias”, afirmou Tony.

Nos últimos 20 dias, dez municípios amazonenses entraram em estado de emergência por causa das chuvas e subida das águas. Segundo Tony, algumas cidades estão elaborando planos para socorrer famílias em caso de grande enchente. “Os ribeirinhos que conhecem há séculos o ciclo das águas, estão preocupados. Eles dizem que é grande o risco de uma grande cheia nos rios da região”, destacou o deputado.

Ano passado, 36 municípios decretaram estado de calamidade e mais de 100 mil famílias sofreram os efeitos da enchente. Outro problema causado pela subida das águas foi a alagação de áreas onde haviam criação de gado, bem como o cultivo de verduras, frutas e legumes. “A produção de alimentos foi parcialmente comprometida, por isso alguns produtos como a farinha tive os preços elevados”, acrescentou Tony.

A Comissão de Assuntos Municipais e Defesa Civil da Aleam, presidida pelo deputado Tony Medeiros, realizará na próxima semana uma reunião na Assembleia Legislativa para apresentação de novos dados sofre a cheia nos rios do Amazonas.

Devido a real possibilidade de acontecer uma enchente mais intensa, Tony Medeiros solicitou à Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra) que realize estudos de viabilidade para executar obras de prevenção a acidentes causados pela cheia. “Uma delas é a construção de muro de arrimo na orla das cidades sedes dos municípios, onde ocorre o fenômeno das terras caídas”, propõe Tony Medeiros.

COORDENADA:

Em Parintins: Demora na recuperação do muro de arrimo

O deputado também manifestou “indignação” pela demora da construção do muro de arrimo na cidade de Parintins. Segundo Tony, a obra se arrasta há quase cinco anos, causando prejuízos à cidade. “Mais uma vez o rio enche e a obra não recomeça”, disse Tony.

Em Manaus, a cheia dos rios também causa prejuízos que se espalham pelo Centro e vários bairros. “Faltam pouco mais de dois meses para a Copa do Mundo e não podemos descartar a chance de parte do Centro de Manaus sofrer com alagações”, completou.

Redação