Toga justa: Joaquim Barbosa posa ao lado de foragido da justiça brasileira

By -
Antônio Mahfuz / Min. Joaquim Barbosa

Antônio Mahfuz / Min. Joaquim Barbosa

Da Redação – Após férias merecidas, o ministro Joaquim Barbosa retoma hoje (03) os trabalhos no Supremo Tribunal Federal (STF) envolto numa “toga justa”.  Em sua passagem por Miami, EUA, se viu assediado por grupos de brasileiros que pediam autógrafos e fotos. Ele só não contava que um dos fãs seria o empresário Antônio Mahfuz que responde a 221 processos por conta de calotes e foragido do país há mais de quinze anos.

O deputado federal João Paulo Cunha (PT), que pode ir para cadeia a qualquer momento a pedido de Barbosa, manifestou indignação através de carta aberta. “Um Judiciário autoritário e prepotente afronta o regime democrático. Um ministro do STF deve guardar recato, não disputar a opinião pública e fazer política. Deve ter postura isenta”, diz João Paulo.

Na sua página do Facebook, o caloteiro Mahfuz postou a imagem polêmica como um troféu, sabendo que só volta ao país se obter uma habeas corpus do STF, presidido pelo ministro. Enquanto isso, a assessoria de Barbosa tenta justificar a gafe dizendo que “ele não pede RG de ninguém”. ///Roberto Brasil

Redação

Shirley disse:

Fala sério, ele foi simpático com o cara, e ele não tem obrigação de saber e conhecer todos os meliante, nao tem como adivinhar quem é foragido ou não, agora, o q esperavam q ele fizesse? Desse voz de prisão? Essa nem é a obrigação dele…