Terremoto ocorrido no Peru é sentido em Manaus

By -

O Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UNB) recebeu relatos de pessoas que sentiram um tremor na cidade de Manaus na tarde desta terça-feira (18). O observatório informou o fenômeno pode ter relação com um terremoto que ocorreu no Peru, e que foi registrado pelo órgão.

O terremoto ocorreu na região de Loreto, nas proximidades da fronteira com o Equador às 13:49:54 no horário de Manaus, com magnitude 6,1mb e profundidade de aproximadamente 10km.

De acordo com o observatório da UNB, essa correlação de relatos de tremores em prédios da capital amazonense com terremotos no Peru  já foi observada em eventos anteriores. “(…) por exemplo o terremoto que ocorreu no dia 26 de setembro de 2005 às 01:55:37 – UTC ( 25 de setembro de 2005 às 23:55:37 – Horário de Brasília) com magnitude de 7,5mwb e profundidade de aproximadamente 115km que foi sentido em Manaus e outras localidades do estado de Amazonas e Rondônia”, informa o observatório em um relatório divulgado no início da noite”.

Conforme o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM), não houve registros de ocorrência por conta do evento natural.

O portal de notícias peruano Expresso informou que o terremoto foi sentido nas cidades de Iquitos, Yurimaguas, San Lorenzo, Nauta e outros centros povoados da região. Segundo o Expresso, muitas pessoas deixaram seus locais de trabalho porque não estão acostumados a tremores nesta parte do país. O Centro Regional de Operações de Emergência (COER, na sigla em espanhol) do Instituto Nacional de Defesa Civil informou que até o momento não foram registrados feridos nem mesmo danos materiais. O COER, no entanto, ressaltou suas recomendações aos moradores da região para casos de abalos sísmicos, como manter a calma e evitar o pânico.

Tremor em 2015

Em novembro de 2015, Manaus sentiu os efeitos de um terremoto de magnitude 7,5 e com profundidade de 602 quilômetros que atingiu o leste do Peru, perto da fronteira com o Brasil, numa região de floresta amazônica. Na capital amazonense, distante 1.473,30 quilômetros do abalo sísmico, vários moradores relataram que sentiram o tremor, por volta das 18h45, principalmente nos andares mais altos de prédios das zonas Sul, Centro-Sul e Oeste. O susto gerou mais de 30 chamadas ao Corpo de Bombeiros.

Fonte: PORTAL A CRÍTICA/OBSERVATÓRIO DE BRASÍLIA

Roberto Brasil