Temperatura alta leva Semed a adotar medidas preventivas nas escolas

By -

semed-temperatura-1Preocupada com a saúde dos alunos e professores e com o processo de ensino e aprendizagem, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) adotará medidas preventivas, devido às altas temperaturas registradas em Manaus nos últimos dias. Elas entrarão em vigor a partir da próxima segunda-feira, 28.

As ações foram definidas pelo Departamento de Gestão Educacional (Dege) e apresentadas nesta quarta-feira, 23. A ideia é que a partir das medidas tomadas, educadores, alunos, pais e responsáveis colaborem para que sejam evitados problemas e males ligados ao calor e a perda de líquido, como diarreia, vômitos, desidratação ou suor intenso.

Dentre as medidas, está a realização de atividades de Educação Física em horários com menor intensidade do Sol, como no início da manhã e final da tarde. Serão priorizadas, também, atividades em locais cobertos. Os professores de Educação Física, que trabalham em unidades escolares que não possuem quadras cobertas, serão orientados a realizar atividades de menor intensidade e que exijam menos dos alunos.

Os estudantes também serão estmulados ao consumo frequente de água, a evitar aglomeração em ambientes fechados, dar preferência para sucos, frutas e alimentos com concentração de líquidos na merenda escolar. Também será solicitado que os pais, que tenham condições, enviem uma garrafinha para o estudante armazenar água dos bebedouros da escola e a bebam durante os tempos de aula, evitando a saída constante de sala.

semed-temperatura-2“A Semed, preocupada com as altas temperaturas, está sugerindo algumas medidas básicas que possam, de fato, evitar que as crianças tenham problemas de desidratação e diarreia, devido a esse calor intenso. Essas medidas vão começar a partir da próxima segunda-feira e seguirão até Manaus voltar a apresentar temperaturas mais amenas”, explicou a subsecretária municipal de Educação, Euzenir Trajano.

Ela explicou que os pais ou responsáveis também serão orientados. “Aos pais, nós pediremos que cuidem para que seus filhos no trajeto de casa para escola, e vice-versa, usem objetos que possam amenizar a situação do calor, como sombrinhas, bonés e protetor solar. É válido que os alunos tenham também uma garrafinha de água consigo. Os cuidados com a hidratação das crianças também devem continuar em casa”, alertou.

A diretora do departamento de Gestão Educacional da Semed, Marcionilia Bessa, revelou que a preocupação está atrelada também ao bom desempenho escolar dos alunos.

“Acompanhando essa alta temperatura do período e preocupados com o bem-estar dos nossos estudantes, nós nos reunimos e colocamos alguns pontos importantes para que as escolas sigam. O objetivo é que as crianças não adoeçam e consigam ter um bom desempenho também nesse período. Por isso, elaboramos um documento que será distribuído em todas as escolas, por meio das DDZs (Divisões Distritais Zonais)”, disse.

Segundo Marcionilia, é importante que toda criança entenda que é preciso ingerir bastante água, proteger-se do sol e os professores procurem beber bastante líquido também. “Ou seja, todo um procedimento para a escola, para os professores, alunos e pais”, completou.

Roberto Brasil