Temer reúne equipe econômica em São Paulo

By -
Meirelles afirmou que medidas de ajuste fiscal devem ser anunciadas na próxima terça-feira. Presidente do Bradesco esteve com o grupo

Meirelles afirmou que medidas de ajuste fiscal devem ser anunciadas na próxima terça-feira. Presidente do Bradesco esteve com o grupo

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou neste sábado que as medidas fiscais que o governo anunciaria na segunda-feira serão divulgadas apenas na terça-feira, no fim da manhã. O anúncio está previsto para as 11 horas. O presidente em exercício, Michel Temer, vai ao Congresso às 16 horas, na segunda-feira, com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), para apresentar algumas das ações deverá adotar.

De acordo com o ministro Meirelles, as equipes técnicas que tratam das medidas fiscais estarão trabalhando neste fim de semana e também na segunda-feira para definir as medidas que serão tratadas com Temer na terça-feira no início da manhã, antes do anúncio oficial. “Estamos tomando muito cuidado para fazer muito cuidado para fazer o anúncio de números, como é o caso da meta fiscal, ou de medidas que tenham sido analisadas com cuidado e profundidade em todos os aspectos e que, portanto, quando anunciadas sejam eficazes em primeiro lugar e, em segundo lugar, sejam de fato implementadas”, explicou Meirelles.

O ministro do Planejamento, Romero Jucá, que participa da reunião, afirmou que “no curto prazo, não está no horizonte aumento de impostos” pelo governo, ressaltando que quem define este tema é o presidente da República em exercícior. Jucá apontou que as medidas econômicas precisam ser adotadas com rapidez, porque o PIB deve cair de forma sensível neste ano e o desemprego está em pleno avanço. O presidente do Bradesco, Luiz Trabuco, teve hoje uma rápida reunião com Temer. De acordo com o Jucá, Temer tem como objetivo ouvir diversas vozes da sociedade, entre elas do setor empresarial, para obter sugestões e pontos de vista de temas que podem contribuir para o desenvolvimento do país.

Meirelles destacou que o foco do governo é divulgar ações que não serão alteradas, que progridam e que sejam aprovadas. “Em resumo, tudo bem negociado, bem estruturado, de maneira que possamos ter medidas que possam fazer efeito em prazo relativamente rápido e que revertam a trajetória de dívida que estamos vendo hoje e estamos todos preocupados”, comentou. “O país inteiro está preocupado com a situação fiscal e da economia, e nós temos que reverter isso o mais rápido possível”, acrescentou. Meirelles fez os comentários após participar de reunião com Temer e o ministro do Planejamento, Romero Jucá, e o secretário-executivo do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), Moreira Franco.

(Com Estadão Conteúdo)

Roberto Brasil