Temer deve cortar Luislinda do ministério dos Direitos Humanos

By -

demissão da ministra Luislinda Valois, da pasta de Direitos Humanos, é vista como certa no Palácio do Planalto. De acordo com a coluna Esplanada, do jornal O Dia, o presidente Michel Temer ainda busca uma saída honrosa para a tucana.

O posto deve ser entregue a uma deputada do PMDB, ainda segundo a publicação. No entanto, o PRB, um dos partidos do chamado ‘Centrão’, tenta alçar a deputada licenciada Tia Eron para a vaga. Atualmente, ela ocupa a secretária de Promoção Social de Salvador.

Já o ministro Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo) deve ser transferido para a pasta de Transparência e Controladoria-Geral da União. O deputado Carlos Marun (PMDB-MS), integrantes da tropa de choque de Temer no Congresso, passará a ocupar o ministério com intenção de reforçar a articulação política junto ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Roberto Brasil