Temer descarta retaliações

By -

Deputados fazem protesto, no plenário da Câmara, contra o presidente Temer (Foto: Jorge William/Agência O Globo)

O Planalto não pediu “lista” de deputados contrários ao presidente Michel Temer, na votação de quarta (2), por uma simples razão: já a tinha desde que se encerrou a sessão da Câmara. E não deve fazer retaliações: o principal objetivo, agora, é garantir o máximo possível de votos entre os 391 deputados filiados a partidos governistas para aprovar a reforma da Previdência. O governo precisa de 308 votos.

Coluna do Cláudio Humberto

Roberto Brasil