‘Técnicas de estudo para vestibulares’ é tema de formação oferecida para estudantes da rede estadual

By -
seduc-alunos

Formação foi ministrada para 450 estudantes da rede pública estadual, incluindo os participante dos programas Pró-Engenharias e Recursos Humanos em Tecnologias da Informação (RH-TI).

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) em parceria com o Instituto Federal do Amazonas (Ifam) promoveu um ciclo de formação tratando sobre “Técnicas de estudo para vestibulares”. A formação foi direcionada a 450 estudantes do ensino médio, incluindo os que participam dos Programas Estratégicos de Indução à Formação de Recursos Humanos em Engenharias (Pró-Engenharias) e Recursos Humanos em Tecnologia da Informação (RH-TI).

A formação foi ministrada nos auditórios da escola estadual de tempo integral Senador Petrônio Portela e do Centro de Educação de Tempo Integral/Ceti Sérgio Pessoa Figueiredo, localizados respectivamente no conjunto Dom Pedro e bairro Cidade de Deus, em Manaus.

 

Participando da formação, os 450 jovens matriculados no ensino médio da rede pública estadual receberam orientações sobre estratégias para otimização do tempo destinado para o estudo, organização didática e planejamento com foco em exames avaliativos para concursos e vestibulares.

 

As palestras foram ministradas pelas coordenadoras dos programas Pró-Engenharias e RH-TI, Cristiane Cavalcante Lima, Rosângela Torres e também Denise Araújo, todas pedagogas representantes do Ifam.

seduc-alunos

Ao ministrar a palestra “Portas de entrada para as Universidades”, a pedagoga Denise Araújo, citou que um dos objetivos da formação foi prestar orientações aos estudantes acerca dos processos seletivos vigentes que possibilitam o ingresso no ensino superior. “Tratamos sobre o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o Processo Seletivo Contínuo (PSC) da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), sobre o vestibular macro e o Sistema de Ingresso Seriado (SIS) para a Universidade do Estado do Amazonas (UEA), dentre outras mecanismos de ingresso em cursos de graduação”, informou.

 

De acordo com a coordenadora dos programas Pró-Engenharias na escola estadual Petrônio Portela, Cristiane Cavalcante Lima a formação providenciada para os estudantes deverá auxiliar, de forma consistente, a preparação dos jovens para os exames de acesso ao ensino superior. “As palestras ofereceram orientações de estudo, tendo como intuito potencializar o aprendizado e o tempo para os estudos. Com base na neurociência, nosso foco é oferecer informações atualizadas e motivá-los para o alcance de seus objetivos”, disse.

 

Participação – Para Felipe Costa da Silva, 16, aluno finalista do ensino médio e que estuda no Colégio Amazonense Dom Pedro II, a formação promovida ajudou a identificar erros mais comuns em seu planejamento de estudo. “A partir dos ensinamentos, passei a notar erros por mim cometidos durante o processo de estudo que comprometiam meu desenvolvimento. As dicas repassadas foram importantes e considero fundamentais para o bom desempenho em avaliações com o Enem”, destacou.

Áida Fernandes