TEATRO AMAZONAS, 120 ANOS

By -

teatro-Amazonas-679x350

Um projeto que tem reunido públicos diversos em torno dos talentos artísticos locais, para celebrar o aniversário de 120 anos do ícone cultural e histórico do Amazonas, o Teatro Amazonas, o show “Duetos Populares”, na edição de outubro, reúne as bandas regionais Imbaúba e Os Tucumanus, na quarta-feira, 5 de outubro, às 20h, no palco do aniversariante, com entrada franca. 

“As comemorações do nosso querido Teatro Amazonas têm mobilizado vários talentos artísticos do nosso estado, ao longo do ano. Temos uma programação rica e pensada para agradar a todos os públicos, com muito profissionalismo e qualidade, e o que é melhor: gratuitamente!”, declarou o secretário de Estado de Cultura, Robério Braga.

O encontro entre dos dois grupos que são referência no Amazonas, seguindo a estilos diversificados, no entanto, cantando a cultura Amazônica, promete muito em 1h e 20 min, principalmente pela convergência de comemorações dos 10 anos de carreira de cada grupo, neste ano, celebrados no majestoso Teatro Amazonas, nos seus 120 anos.

Quem abre o concerto é o grupo Imbaúba, que canta a floresta, o rio, o caboclo em suas composições, fazendo alternância com poesias que mergulham o expectador numa viagem ao Amazonas e sua rica cultura. A poesia do grupo Imbaúba é assinada pelo poeta Celdo Braga, vocacionado que é em cantar a Amazônia, valendo-se da sua vivência ribeirinha e do seu engajamento com a poesia universal.

imbauba-teatro-amazonas

Formado por Celdo Braga, Rosivaldo Cordeiro, João Paulo Ribeiro, Roberto Lima e Sofia Amoedo, o grupo apresenta um trabalho musical acústico, basicamente instrumental, com músicas de autoria própria, compostas a partir da sonoridade da natureza (música orgânica), como “Amazonas Moreno”, “Canto da Floresta”, “Caminhos de Rio”, Cuidar da Terra” e Água Doce”, que emanam do universo amazônico.

Para Celdo Braga, a apresentação representa uma integração de vivências entre o Teatro Amazonas e o grupo Imbaúba. “O Teatro Amazonas vem, no decorrer de sua história, divulgando a Amazônia e suas manifestações artísticas e o grupo Imbaúba, nos seus 10 anos, tem a mesma proposta. Desta forma, é uma grande alegria conjugar essas comemorações, pois estive no centenário do Teatro e agora estarei nos 120 anos, vivenciando grandes momentos na minha carreira, particularmente falando”, finalizou.

A banda Os Tucumanus entra na sequência, apresentando temática regional em músicas que seguem estilos diversificados como o frevo, o maracatu, samba, guitarrada, carimbó e ainda, influência de estilos internacionais como o rock e o reggae. No repertório do show, músicas como “Churrasco de Gato”, “Palafitas”, “Ponta Negra” e “Até o Sol Sair”.

Com um trabalho que recebe, cada vez mais, o reconhecimento dos artistas e do público locais, a banda, composta por Clóvis Rodrigues (vocal e efeitos percussivos), Denilson Novo (guitarra e voz), Samuel Pinheiro (guitarra e voz), Mário Ruy (baixo e voz) e Matheus Simões (bateria e voz), já se apresentou em outros momentos no Teatro Amazonas, como, por exemplo, no projeto “Segundas no Palco”, em 2007 e nos Festivais de Música do Amazonas e Até o Tucupi.

Clóvis Rodrigues declara que as apresentações no Teatro Amazonas contribuem para fortalecer a identidade musical da banda. ”Já enfrentamos muitas barreiras com nossa proposta musical, mas hoje o público já nos respeita. Somos bastante conhecidos e valorizados em vários espaços de Manaus e o Teatro Amazonas é o templo dos artistas amazonenses e nós sempre cantamos a nossa cultura nesse lugar, que é mágico e muito bonito. A gente sente a energia de tudo o que já aconteceu nesse palco nesses 120 anos”, declarou.

Áida Fernandes