Tasso aceita disputar presidência do PSDB

By -

Tasso (Foto: Nilton Fukuda/Estadão)

O grupo de oposição ao governo Temer no PSDB lança oficialmente nesta semana o senador Tasso Jereissati à presidência do partido. O movimento tem por objetivo tornar irreversível a candidatura de Tasso, que concordou em disputar a vaga, que ocupa interinamente devido a licença do senador Aécio Neves do cargo. O grupo dos cabeças-pretas tem consciência de que a disputa com a ala governista será voto a voto. Tasso deve concorrer com o governador de Goiás, Marconi Perillo. Quem levar comandará o PSDB no ano eleitoral de 2018.

O grupo pró-Tasso vai tentar convencer Marconi Perillo a desistir da candidatura com o argumento de que ele já conta com 24 dos 46 votos da bancada do partido na Câmara dos Deputados.

O time de Perillo fará o mesmo movimento, mas com a justificativa de que Tasso tem de concorrer ao governo do Ceará para garantir palanque à candidatura de Geraldo Alckmin ao Planalto. Se Tasso perder e Alckmin ganhar, ele viraria ministro.

Ganha a eleição para o comando do PSDB quem obtiver metade mais um dos votos dos convencionais. O quórum ainda será definido pelas convenções e pode chegar a até 500 votantes. / Fonte: Estadão Conteúdo

Roberto Brasil