STF recebeu dois recursos para garantir a eleição direta para governador do AM

By -

O Supremo Tribunal Federal (STF) recebeu, na tarde de domingo (3), dois recursos para garantir a eleição direta para o cargo de governador do Amazonas. O deputado estadual Luiz Castro (Rede) protocolou um mandado de segurança e um agravo regimental, ambos com caráter de urgência, pedindo que se revogue a decisão do ministro Lewandowski de suspender a eleição suplementar.

O parlamentar afirma que os recursos se embasam na manutenção do que foi decidido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), de garantir a eleição direta e assim, de acordo com ele, afastar a insegurança jurídica.

“Lewandowski não teve o mínimo de bom senso e solitariamente derrubou uma decisão de um colegiado onde se encontram três dos seus colegas do Supremo. O pior é que ele fez isso no momento em que o Supremo entraria em recesso e logo no início da campanha. Isso é estranho”, afirmou.

O deputado comentou que o mandado de segurança será automaticamente encaminhado à presidente do Supremo, ministra Carmem Lúcia. Já o agravo regimental será distribuído entre os ministros, porém, o deputado disse que ainda nesta segunda (3) vai pedir caráter de urgência para a matéria.

“É muito importante que a ministra chame para si essa decisão. Tem muitos envolvidos e se não houver uma decisão e a insegurança jurídica continuar o judiciário ganhará o descrédito da sociedade. Portanto, espero que isso se resolva logo, seja qual for a decisão dela”, disse.

(Com D24AM)

Roberto Brasil