SSP-AM registra apreensão de quase 3 toneladas de drogas em cinco meses

By -
Sec, Sérgio Fomtes

Sec, Sérgio Fontes


As ações de combate ao tráfico de drogas realizadas pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), Polícia Militar e Polícia Civil, já resultaram, neste ano, na apreensão de quase 3 toneladas de drogas  em todo Estado, sendo a maior parte em Manaus.
 
De janeiro até a última quarta-feira (25), a SSP-AM registrou 2.943,65 toneladas apreendidas, quantidade superior ao mesmo período do ano passado. “Nossa prioridade enquanto sistema de Segurança, não é apreender droga, mas isso tem sido necessário para combater o crime organizado, que utiliza os recursos da venda de drogas para fomentar outros crimes”, disse o secretário.
 
A última apreensão ocorreu na terça-feira à noite, quando aproximadamente 150 quilos de drogas do tipo ‘skank’ foram apreendidos com três homens na avenida Torquato Tapajós, zona Oeste, em ação coordenada pela Secretaria Executiva-Adjunta de Inteligência (Seai) da SSP-AM, com apoio de integrantes do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera) da Polícia Civil.
 
 
Sérgio Fontes destaca que neste ano, a expectativa não é superior o recorde de mais de 10 toneladas apreendidas no ano passado, marca superior a somatória dos últimos dez anos. “As quadrilhas modificam sua forma de atuação e nossas estratégias também precisam ser modificadas. O combate intenso ao tráfico tem resultado também na redução dos homicídios”, disse o secretário.
 
Tráfico e homicídios
 
Desde janeiro até maio, os homicídios na capital reduziram 18%, comparado ao mesmo período de 2015. “Além da redução expressiva de número de pessoas que deixam de ser mortas, os dados mostram uma queda consolidada de crimes contra a vida, o que é muito importante na história da nossa capital que há dez anos só via os homicídios aumentarem”, disse Sérgio Fontes.
 
Desde o ano passado, o combate aos crimes contra a vida tem ganhado estratégias diferenciadas e integradas.  “A Polícia Militar vem reforçando o patrulhamento ostensivo diário, além de operações específicas em áreas de grande periculosidade. Esse trabalho, somado a intensificação das investigações da Polícia Civil e cumprimento de mandados e prisões de homicidas, tem surtido resultados positivos”, enfatiza o secretário de Segurança Pública.
 
Segurança na fronteira – O combate ao tráfico de drogas ganhou reforço na fronteira do Estado por meio da ‘Base Anzol’ e ‘Base Garatéia’, posicionadas respectivamente, nos municípios de Tabatinga e Santo Antônio do Içá. Nas duas bases são realizadas constantemente vistorias nas embarcações que trafegam pelo rio Solimões, para seja bloqueada a entrada de entorpecentes e mercadorias.

 

Mario Dantas