SSP-AM e Juizado do Torcedor afinam estratégias para o jogo Brasil x Colômbia

By -
arena-da-amazoniaÓrgãos de segurança e o Juizado do Torcedor e Eventos Especiais (JTGE) refinaram, em reunião nesta segunda-feira (05), no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), o Plano Integrado de Segurança para o jogo Brasil x Colômbia, que vai ocorrer nesta quarta-feira (06) na Arena da Amazônia. O foco da reunião foi a atuação do Juizado no suporte às atividades relacionadas a torcedores na partida de futebol válida pelas eliminatórias da Copa do Mundo 2018.

O Plano de Segurança conta com atuação de 36 órgãos e cerca de 1,5 mil servidores com ações integradas coordenadas pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).
Os serviços, conduzidos pelo JTGE, do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), terão a função de resguardar a segurança interna no espaço da Arena da Amazônia, prevenindo e punindo a ocorrência de crimes previstos no Estatuto do Torcedor (Lei 10.671 de 15 de maio de 2013). Todas as ocorrências envolvendo torcedores serão deliberadas na própria Arena da Amazônia, a partir do trabalho do JTGE em parceria com Ministério Público, Defensoria Pública, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-AM), além dos órgãos de segurança.
O secretário executivo adjunto de Planejamento e Gestão Integrada, coronel Dan Câmara, afirmou que a instalação dos serviços do juizado dentro da Arena dará mais segurança e confiabilidade ao torcedor, bem como irá inibir ações impróprias. “O Juizado no interior da Arena estará pronto para atuar em caso de ocorrência com torcedor, como no caso invasão ao campo, e qualquer ocorrência nesse sentido terá atuação imediata da segurança privada da CBF, na segunda ação a Segurança Pública com Delegacia e Juizado para tomar providências necessárias em caso de infrações”, explicou

Roberto Brasil