Solução do PCCS da Polícia Civil depende só de vontade dos deputados, diz Castro

By -
Dep. Luiz Castro

Dep. Luiz Castro

“A solução consensuada de uma emenda coletiva depende apenas da vontade política dos parlamentares dessa Casa”. Foi assim que o deputado estadual Luiz Castro (Rede) afirmou seu apoio a categoria da Polícia Civil, na manhã desta terça-feira (22), da tribuna da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam).

Representantes dos sindicatos de policiais civis, escrivães e investigadores da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) estiveram Aleam para reivindicar que o governo do Estado cumpra a lei de escalonamento. Em seu Comunicado de Liderança, Luiz Castro lembrou que se trata do cumprimento de direitos já contemplados no Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) e que tem de ser respeitados.

A lei regulamenta o escalonamento salarial dos servidores da PC-AM, que vem sendo pago desde então. Porém, segundo os policiais, o governo do Estado já afirmou que não possui recursos para a parcela que deveria ser paga em janeiro de 2017 e a mesma nem mesmo está prevista na Lei Orçamentária Anual (LOA) do próximo ano, enviado pelo Executivo ao Parlamento Estadual.

“Não podemos acreditar em promessas e palavras, e sim no orçamento. As Polícias Civil e Militar, assim como os professores, têm meu total apoio”, assinalou.

Segundo Castro, os deputados vão realizar uma reunião de planejamento, momento oportuno para definir os orçamentos prioritários. “A sociedade está assolada pela violência crescente, tanto na capital quanto no interior. A Segurança Pública certamente é uma prioridade”, finalizou.

Áida Fernandes