Sistema de Segurança intensifica investigações para esclarecer crimes de homicídios registrados em Manaus nas últimas 24 horas

By -
"Acho que há uma grande possibilidade de, nos próximos dias, a gente esclarecer tudo”, destacou Sérgio Fontes

“Acho que há uma grande possibilidade de, nos próximos dias, a gente esclarecer tudo”, destacou Sérgio Fontes

Todos os órgãos do Sistema de Segurança Pública do Amazonas estarão empenhados para o esclarecimento dos últimos crimes de homicídios registrados na capital, segundo afirmou o secretário de Segurança Pública, Sérgio Fontes, durante coletiva neste sábado (18).

Entre a sexta-feira (17) e a madrugada deste sábado (18) foram registrados 23 assassinatos, segundo um de preso do regime fechado e do sargento da Polícia Militar Afonso Camacho Dias, morto em um assalto na zona sul.

No geral, na zona sul foram registrados cinco homicídios, dois no bairro do Educandos, dois no São Francisco e um na Colônia Oliveira Machado. zona oeste teve seis homicídios, dois no Tarumã, três na Compensa e um no Santo Antônio.

Zona leste teve sete homicídios, três no Zumbi dos Palmares, dois no Gilberto Mestrinho, um no Jorge Teixeira e um no Armando Mendes. Zona norte teve três homicídios, um em cada bairro: Novo Israel, Nova Cidade e Santa Etelvina. Na zona centro-sul dois homicídios, um no Aleixo e um no Adrianópolis.

coletiva-ssp-sergio-fontes-2Durante todo o sábado, o secretário de Segurança discutiu as estratégias para as investigações durante reunião com o delegado geral da Polícia Civil e delegado-adjunto, Orlando Amaral, e Raimundo Acioly, o comandante e subcomandante da Polícia Militar, coronéis Gilberto Gouvêa e Antônio Escossío, respectivamente, além de delegados das principais delegacias especializadas, Corregedoria e Secretaria-Executiva-Adjunta de Inteligência da SSP-AM (Seai).  “Hoje estivemos discutindo qual o melhor caminho e acho que há uma grande possibilidade de, nos próximos dias, a gente esclarecer tudo”, destacou.

De acordo com o secretário, os órgãos trabalham para encontrar os autores dos crimes. “Alguns já temos os indícios de autoria, os demais existe indicação de que foi uma ação orquestrada, e não descartamos qualquer hipótese. O que com certeza faremos é nos empenhar para no mais curto espaço de tempo possível, esclarecer os casos e identificar os autores”, disse Sérgio Fontes.

Como medida de aumentar a segurança da cidade, a Polícia Militar reforma o policiamento ostensivo em todas as zonas de Manaus, com barreiras para fiscalização de pessoas e veículos. “Um dia em que são registrados 23 casos de homicídios não é algo que eu, o Dr. Orlando Amaral, Coronel Gouvêa, ou qualquer um ligado ao Sistema de Segurança Pública do Amazonas, queremos para a cidade. Quem quer que esteja por trás desses eventos, será identificado, localizado e preso”, ressaltou.

O secretário Sérgio Fontes destacou ainda a Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), coordenada pelo delegado Adriano Félix, comanda as investigações da morte do sargento. “Ele já possui uma sólida linha de investigação e em breve irá apresentar esses criminosos à Justiça. Nós temos uma prioridade muito grande, porque a família policial clama por isso, e todos tinham uma consideração muito grande pelo sargento. Mas temos também que dar uma resposta para os outros 21 homicídios, e nisso nós já estamos bem avançados”, ressaltou.

Roberto Brasil