Sindicato dos rodoviários poderá ser multado por fechar garagens

By -

greve-rodoviarios-manausO Tribunal Regional do Trabalho (TRT) acatou, nesta segunda-feira (11), o pedido feito pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram) e determinou que os líderes do sindicato dos rodoviários se abstenham de paralisações sob pena de multa de R$ 100 mil por dia, além do crime de desobediência.

A decisão foi tomada pela presidente do Tribunal Regional Trabalho da 11º Região (TRT-11), Maria das Graças Alecrim Marinho, ainda nesta segunda-feira (11), quando os rodoviários paralisaram às garagens das empresas Via Verde e Líder Transportes, onde mais de 70 mil pessoas foram prejudicadas nas zonas Norte, Oeste e Centro-Oeste.

Ainda de acordo com a decisão da presidente do TRT, o sindicato dos rodoviários deve abster-se de praticar quaisquer atos que venham ferir os direitos possessórios das empresas, principalmente o cerceamento de livre acesso às garagens das mesmas, sob multa diária de R$ 50 mil. Por fim, a magistrada estabeleceu o uso de forças policiais para cumprir a liminar, caso haja necessidade.

 

Roberto Brasil