Silas Câmara criará Conselhos Comunitários para ter os resultados esperados

By -
Silas Câmara

Silas Câmara

Da Redação – O candidato à Prefeito de Manaus, Silas Câmara da coligação “Somos Todos Manaus” (PRB/PSC), esteve na redação do Blog da Floresta para esclarecer seu programa de campanha para administrar Manaus. Com duras críticas à administração do prefeito Artur Neto, detalhou as prioridades da sua gestão às áreas de saúde, mobilidade urbana, educação e no destaque a criação dos Conselhos comunitários que irão trabalhar junto às subprefeituras para obter os resultados esperados. Lembrou que nunca, em seus 20 anos de vida pública, ainda não administrou um executivo municipal, mas está apto para exercer o cargo. A seguir você confere a entrevista.

Blog da Floresta: Por que o senhor quer ser Prefeito de Manaus?

Silas Câmara: Manaus tem todos os recursos necessários para melhorar a qualidade de vida do seus habitantes, mas não foi feito nada nem com cinco bilhões a mais, com todos esses recursos (R$ 15 bilhões) podemos melhorar ainda mais.

entrevista-silas-camara-blogdafloresta 2BDF: Como o senhor irá resolver os problemas na área da saúde?

SC: Pretendemos trazer a saúde para o século XXI, com uma saúde de atenção básica eficiente. Vamos reorganizar a rede, além de reforçar as unidades moveis e priorizaremos a criança e o idoso com atenção especializada. A Casinha da Família também deve funcionar. Estive no Monte Pasqual e encontrei a casinha fechada e invadida. Temos que reorganizar os recursos humanos da prefeitura e colocar a todos os professionais no seu devido lugar, com incentivo a sua capacitação.

BDF: No tema da mobilidade urbana quais soluções para os problemas de trânsito, faixa azul e transporte público?

SC: Primeiro: Manaus perdeu alternativas para melhorar o trânsito, todas as vias estão intransitáveis. Propomos realizar um estudo para sabermos quais são as vias auxiliares úteis para o tráfego de veículos com acesso às vias principais. É uma questão macro estruturante e este desafio devia ter sido enfrentado, mas nada foi feito até hoje. Não sabemos onde foram parar os 500 milhões emprestados pelo Prefeito de Manaus e no final da sua gestão, ninguém sabe explicar, nem ele, nem os vereadores, onde esse dinheiro foi aplicado de forma transparente. Esse verba poderia ter sido aproveitada pelo menos no asfalto, que tanta falta faz nas zonas norte e leste que estão abandonadas. Segundo: A faixa azul foi um engano e o nosso projeto é o VRT. É a solução que precisa de 21 km de faixa exclusiva nas seis zonas da cidade, com sinais inteligentes onde a Prefeitura tenha controle desse sistema que ajuda na segurança. Os amigos do rei (prefeito) ganharam faixa para pedestre perto das suas casas, mas nada foi feito para melhorar o problema do transporte coletivo. O Prefeito de Manaus perdeu o controle para resolver este tema, perdeu o controle da tarifa, temos terminais de passageiros que não tem banheiros ou que não tem porta como é o caso do T4. Nosso projeto é melhorar os terminais, oferecendo conforto e com atendimentos gerais aos usuários, além da construção bicicletários. Exigiremos das empresas planilha transparente e a qualidade dos serviços que oferecem, que serão avaliadas periodicamente junto com as comunidades. Terceiro: Será monitorado o percurso dos ônibus que agora é de 15 km por hora e deveria ser 30 km por hora. A frota também precisa ser renovada e haverá o controle de ônibus nas paradas que serão confortáveis.

entrevista-silas-camara-blogdafloresta 3BDF: Na educação qual é sua proposta para melhorar?

SC: A educação não é apenas uma questão de prédio, mas de comprometimento e do futuro das crianças;, teremos dois diretores em cada escola, um que responda pela parte pedagógica e outro pela parte administrativa; pretendemos implementar o monitoramento, através de ferramentas tecnológicas que permitam o acompanhamento dos alunos; vamos reforçar a grade de disciplinas com incentivo ao empreendedorismo, além de fortalecer os laços da escola com a comunidade, utilizando seus espaços para exercício da cultura, lazer e outras modalidades. Para realizar esse feito só é possível através da educação integral com a participação da família, que terão acesso às ferramentas tecnológicas. Vamos construir novas escolas, pois 60% das unidades são inadequadas. Para piorar o prefeito fechou oito escolas e não ofereceu um padrão para distribuição da merenda e que já foi modificada muitas vezes. Não prometemos construção de creches, mas sim quatro subprefeituras nas quatro zonas da cidade, interligadas com as dez secretarias para encontra alternativas para a comunidade. O conselho escolar será reativado, porque queremos premiar o bom desempenho das unidades. Todas as escolas terão um padrão mínimo de qualidade.

entrevista-silas-camara-blogdafloresta 4BDF: Como foi essa parceria com o coronel Amadeu, da Ronda dos Bairros, para ser o candidato a vice-prefeito?

SC: Foi estritamente pela sintonia, procurei alguém que conhecesse os bairros para fortalecer os conselhos comunitários e que viabilize o empoderamento do cidadão. Isto é possível quando você é transparente, as pessoas confiam na sua competência e deve se mostrar a excelência. Por sua vez, a comunidade avalia o resultado do trabalho, através das subprefeituras.  (Mercedes Guzmán e Jersey Nazareno – Fotos: Áida Fernandes)

Roberto Brasil