Servidores públicos de Maués receberam hoje 50% do 13º

By -

Os servidores públicos municipais de Maués (a 253 km de Manaus) receberam nesta quinta-feira (17), a primeira parcela do 13º salário, correspondente a 50% do valor total do benefício. Somado ao pagamento dos salários referentes ao mês de agosto, a antecipação representa uma injeção superior a R$ 5 milhões na economia local.

De acordo com a Prefeitura de Maués, esta é a primeira vez em 184 anos de história que os 2.536 servidores – entre efetivos, comissionados e de contratos temporários – recebem antecipadamente o 13º e que os salários do funcionalismo também estão em dia. 

Na avaliação do prefeito de Maués, Junior Leite, apesar das constantes perdas acumuladas na principal fonte de receita – o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) –  que chegaram a 20% entre os meses de julho e agosto e a situação econômica do País, a antecipação somente foi possível com cortes em todos os setores da administração, com exceção da saúde e educação. 

“Nestas áreas ampliamos os investimentos para aquisição de ambulância e reformas de escolas com recursos próprios. Nos demais, enxugamos gastos e reduzimos em mais de 40% contratos supérfluos como locação de carros e imóveis que tiram o dinheiro das nossas prioridades: saúde, educação e salário dos servidores”, explicou Junior Leite. 

O prefeito, que também é secretário-geral da Associação Amazonense de Municípios, destacou ainda, que a antecipação do 13º em Maués, indica uma recuperação, ainda que de forma lenta, na economia do município e das demais gestões do interior do Estado.“No caso de Maués, as contas de janeiro a agosto estão em dia, mas assim como outras prefeituras, as dívidas herdadas das gestões anteriores é uma das principais dificuldades para equilibrar as finanças nos municípios do Estado”, acrescentou Junior Leite. 

Além do pagamento antecipado de 50% do 13º salário dos servidores realizado nesta quinta-feira (17), no mês de junho, a prefeitura já havia depositado a metade do 13º dos servidores e pensionistas inscritos no Fundo de Previdência Social de Maués (Sisprev).

Roberto Brasil