Servidores de educação de São Gabriel da Cachoeira não recebem desde março

By -

salário-atrasadoO deputado Vicente Lopes (PMDB) utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), na manhã desta quarta-feira (15), para fazer um apelo ao Governo do Estado para que determine à Secretaria de Estado da Educação (Seduc) providências quanto ao pagamento dos servidores de educação no município de São Gabriel da Cachoeira (a 852 km de Manaus).

O parlamentar informou que professores, merendeiros e vigias estão com os salários atrasados desde março passado. “Não basta dizer as consequências desse atraso para as famílias que chegam ao fim do mês sem receber o merecido salário para fazer jus ao pagamento de suas contas e das necessidades básicas”, disse.

Vicente Lopes recebeu um abaixo assinado, com 180 assinaturas de profissionais da educação daquele município denunciando a situação em que se encontram, inclusive a falta de merenda escolar. O deputado repassou cópia do documento ao líder do governo na Assembleia, deputado David Almeida (PSD), para as devidas providências.

Vicente Lopes foi informado também de que a Escola de Tempo Integral do município de São Gabriel da Cachoeira, o Centro de Educação Pedro Fukuyei Yamaguchi Ferreir, inaugurado em março deste ano, encontra-se subutilizado, com precárias condições de funcionamento. “O transporte escolar também não está chegando aos alunos que moram na margem da estrada, inviabilizando a ida dos mesmos a escola”, disse.

Roberto Brasil