Semsa inspecionou, nesta sexta, 65 locais de denúncias de focos do Aedes aegypti

By -

TM - 15-01-2015 - SEMSA - FISCALIZACAO E COMBATE AO MOSQUITO AEDES AEGYPTI (113)

Agentes comunitários de saúde da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) visitaram 65 locais denunciados pela população no Disque Saúde (0800.280.8.280) com focos do mosquito Aedes aegypti, nesta sexta-feira, 15. O objetivo é o combate direto aos criadouros do mosquito, a fim de evitar novos casos de dengue, chinkungunya e o zika vírus.  

Somente no mês de dezembro, a Semsa recebeu 617 reclamações no 0800 e todas estão sendo checadas pelos agentes da Prefeitura de Manaus para eliminação imediata dos focos do mosquito. A chefe do setor de endemias do Distrito de Saúde Sul, Aideleny Freitas,  disse que após as denúncias, a Semsa  colocou equipes na rua para combater ao mosquito. “As equipes têm contado com o apoio do drone para sobrevoar os locais de difícil acesso ou fechados”, contou.

TM - 15-01-2015 - SEMSA - FISCALIZACAO E COMBATE AO MOSQUITO AEDES AEGYPTI (125)

O primeiro estabelecimento comercial vistoriado nesta sexta foi uma pizzaria, localizado na avenida Djalma Batista. Segundo Freitas, o local já havia sido visitado anteriormente por técnicos da Semsa e o proprietário orientado a tomar providências, pois a pizzaria mantinha uma caixa d’água sem tampa. “O local estava fechado durante a visita e foi vistoriado pelo drone, que comprovou que a situação estava regular”, contou.

Os agentes encontraram larvas do Aedes aegypt em uma oficina mecânica, localizada no bairro de Flores. O responsável pela oficina, Patrick Ferreira, após orientações dos técnicos da Semsa, se comprometeu em contribuir para a eliminação das larvas. “Estou sendo orientado a tomar as devidas providências. Vou tirar os pneus com água para que a gente possa eliminar os mosquitos”, afirmou.

De acordo com Aideleny Freitas, o local será incluído como ‘Ponto Estratégico’ (PE) para monitoramento a cada 15 dias. Na zona Sul, atualmente existem outros 100 pontos estratégicos.

 TM - 15-01-2015 - SEMSA - FISCALIZACAO E COMBATE AO MOSQUITO AEDES AEGYPTI (50)

 

População está cooperando

A receptividade da população quanto à atividade de vistoria realizada pelos agentes de saúde nas residências tem se constituído em fator importante para tornar efetiva a ação. “Não temos encontrado dificuldades. Creio que a divulgação que está sendo feita e o receio de contrair, principalmente, o zika vírus, leva a população a cooperar ainda mais”, contou o agente de endemias, Gilson Pinto, do Distrito de Saúde Leste.

TM - 15-01-2015 - SEMSA - FISCALIZACAO E COMBATE AO MOSQUITO AEDES AEGYPTI (31)

A declaração do agente de saúde, Gilson Pinto foi comprovada durante visita à residência do pintor, Alberino Silva Teixeira, morador na rua Mascarenhas de Moraes, 316 – Coroado II.

TM - 15-01-2015 - SEMSA - FISCALIZACAO E COMBATE AO MOSQUITO AEDES AEGYPTI (15)

Além de facilitar o ingresso dos agentes de saúde, os profissionais dos veículos de comunicação também tiveram acesso à residência, em especial ao quintal, onde o morador dispunha de um caixa d’água. No local foram encontradas larvas do mosquito. “Tenho sempre cuidado com o lixo e em não juntar água, mas ultimamente me descuidei por causa de um parente que estava hospitalizado”, tentou justificar o morador.

No local, os agentes de endemias ainda realizaram demonstração chamada de tratamento focal, com a colocação de produto químico, o que torna possível a utilização da água para uso doméstico na lavagem de roupa, louça e até para o banho.

Mario Dantas