Semsa confirma 844 casos de zika vírus em Manaus

By -

12-05-16-zika vírus .Foto-Ass (1)

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) divulgou, nesta quinta-feira, 12, o Informe Epidemiológico do zika vírus em Manaus. Até a data, a capital registrou 3.789 casos suspeitos de zika vírus, sendo que 844 foram confirmados por laboratório, 1.627 foram descartados e 1.318 ainda estão em investigação. Entre mulheres grávidas, o número de casos de zika suspeitos chega a 755, com 180 confirmações, 301 casos descartados e 274 ainda em investigação.

 

“Temos 16 casos suspeitos de microcefalia na cidade, com apenas um bebê confirmado por transmissão por zika, mas a mãe relatou que adquiriu a doença em Boa Vista durante a gestação e veio grávida para Manaus. Temos quatro casos de microcefalia não relacionada com o zika, quatro casos descartados e sete em investigação”, ressaltou o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

12-05-16-zika vírus .Foto-Ass (3)

Durante a divulgação dos dados, o secretário voltou a alertar a população para não baixar a guarda contra o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika. Ele enfatizou que o período de chuva tem um efeito redutor para algumas situações de criadouros, mas para os mais tradicionais não, pois continua enchendo de água os pneus, as garrafas e caixas d’águas que não têm tampa e isso tem que ser permanentemente combatido.

 

O secretário enfatizou que a Semsa já recebeu 4.648 denúncias de focos do mosquito por meio do Disque Saúde (0800-280-8280) e que 4.245 locais já foram vistoriados pelos agentes de endemias e pelos drones (equipamento de sobrevoo usado pela Secretaria para identificar remotamente locais considerados de risco). “Nossas equipes estão todos os dias eliminando focos de mosquito, com motofog, carros fazendo o fumacê, tudo para evitar a proliferação e a transmissão de doenças. A população é nossa grande parceira e não pode baixar a guarda contra o Aedes”, declarou.

12-05-16-zika vírus .Foto-Ass (4)

Outro dado citado pelo secretário são as 1.676 brigadas de combate ao Aedes, que já formaram 8.737 voluntários contra o mosquito. “Quem quiser participar de formação de brigadas, para nos ajudar a eliminar os focos, pode ligar para o Disque Saúde”, salientou Homero, acrescentando que a Vigilância Sanitária (Visa Manaus) também está em alerta e já inspecionou 1.030 locais e autuou 109 imóveis e terrenos com alto risco de criadouros.

Mario Dantas