Seminário vai mostrar resultados de estudo inédito sobre municípios amazonenses vulneráveis à mudança do clima

By -

mudancas-climaticas-1Dias mais quentes e mais secos nos próximos 25 anos para o Estado do Amazonas. Em Manaus, por exemplo, poderá ocorrer um aumento de mais de 4°C graus e uma redução percentual de até 15% no volume de chuvas. Esta é uma das projeções apontadas no estudo inédito para a região Norte do país, que avaliou a vulnerabilidade à mudança do clima nos 62 municípios do Amazonas. Os resultados da pesquisa serão divulgados no próximo dia 14, quarta-feira, durante o Seminário Indicadores de Vulnerabilidade à Mudança do Clima,  no Hotel Quality, localizado na avenida Mário Ypiranga, bairro Adrianópolis.

Além da divulgação de dados inéditos sobre as alterações climáticas no Amazonas, durante o seminário serão feitas apresentações sobre o Plano Nacional de Adaptação à Mudança do Clima e debates sobre as mudanças do clima do país e questões relativas à vulnerabilidade das populações. O seminário também visa promover o diálogo e a aprendizagem sobre temáticas socioambientais no estado e disseminar a metodologia do projeto e a sua importância para a gestão municipal e estadual. O evento é voltado para representantes das secretarias estaduais e municipais de saúde e meio ambiente, universidades, defesa civil, instituições que atuam na área de recursos hídricos e social.

O evento faz parte do projeto Vulnerabilidade à Mudança do Clima, realizado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em parceria com o Ministério do Meio Ambiente (MMA). A proposta da iniciativa é avaliar os riscos gerados pelo aquecimento global às populações nas cinco regiões do País e criar uma ferramenta, um software, para mensurar a vulnerabilidade humana às mudanças do clima, conforme cada município.

Roberto Brasil