Semef e Detran assinam convênio de cooperação

By -
"Será uma troca de informações muito válida para todos os cidadãos manauaras", afirmou Leonel Feitosa

“Será uma troca de informações muito válida para todos os cidadãos manauaras”, afirmou Leonel Feitosa

A partir do mês de março, a Secretaria Municipal de Finanças, Tecnologia da Informação e Controle Interno (Semef) e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran/AM) atuarão em conjunto.  A parceria foi formalizada com a assinatura de um termo de convênio entre os dois órgãos.

Para o secretário da Semef, Ulisses Tapajós, a união veio num ótimo momento, em que Manaus busca todo apoio possível para alavancar as receitas do município. “O Detran dispõe de uma base cadastral muito atualizada e completa. Nossa equipe de inteligência fiscal irá incluir prestadores de serviços que ainda estão fora da nossa área de atuação, como instrutores, despachantes, autoescolas, clínicas, entre outras”, esclareceu Tapajós.

O secretário da Semef comentou sobre a necessidade de buscar todas as possibilidades para aumentar a base cadastral de contribuintes da Prefeitura de Manaus. Ele explicou que, somente no ano passado, foram investidos aproximadamente R$ 280 milhões em obras por toda a cidade. “Precisamos sustentar o plano de obras do prefeito Arthur Neto. Para isso não vamos aumentar impostos e sim incrementar nossa base cadastral”, pontuou.

Trânsito – Em contrapartida, a Semef repassará ao Detran, sem qualquer ônus, dados georreferenciados da cidade de Manaus. O diretor-presidente do órgão de trânsito estadual, Leonel Feitosa, comemorou a parceria. “A Prefeitura tem um material muito precioso, que são os dados de georreferenciamento da cidade, que nos ajudarão no andamento dos nossos projetos”, disse.

Segundo Feitosa, as informações fornecidas pelo Sistema de Informações Geográficas (SIG) da Prefeitura de Manaus – como os mapas temáticos das ruas e avenidas da cidade – serão de extrema utilidade no planejamento viário, o que inclui inversões de vias, que darão melhor fluidez ao trânsito.

“Será uma troca de informações muito válida para todos os cidadãos manauaras”, complementou Feitosa, ao afirmar que a partir de março, o Detran já estará utilizando os dados de georreferenciamento a favor do trânsito de Manaus.

Redação