Sejusc lança campanha de enfrentamento à violência contra idosos

By -

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), em parceria com o Conselho Estadual do Idoso (CEI), realizará de 29 (terça-feira) de setembro a 3 (sábado) de outubro a Campanha Estadual de Enfrentamento à Violência da Pessoa Idosa. O objetivo é contribuir para a redução dos índices de violência contra o idoso e incentivar a população a denunciar os vários tipos de violação de direitos desse público.

A programação inicia com a exibição em televisão e redes sociais de um vídeo institucional que apresenta exemplos de vários crimes cometidos contra a pessoa idosa, interpretados por atores da Universidade da Terceira Idade (Unati). No próximo dia 29, acontecem abordagens educativas nos terminais de integração de ônibus de Manaus, das 7h às 10h, com entrega de materiais informativos e orientações sobre os direitos da pessoa idosa, canais de denúncia e onde procurar ajuda.

“Queremos que a população seja nossa principal aliada no combate aos crimes cometidos contra os idosos. Por isso, informar as pessoas é fundamental para que todos fiquem atentos e denunciem pelo disque 100 ou 165. A pessoa idosa é prioridade, e o Governo possui uma rede de atendimento como a delegacia especializada, o centro integrado de proteção e defesa, os Centros de Convivência do Idoso e os da Família, dentre outros, que atendem várias demandas diariamente”, explica a titular da Sejusc, Graça Prola.

No dia 30 de setembro, acontece uma roda de conversa intergeracional, ou seja, entre jovens e idosos com o tema “Envelhecimento e Juventude”, no auditório da Sejusc (rua 2, nº 2, conjunto Celetramazon, Adrianópolis, zona centro-sul), das 9h às 11h. O evento é aberto ao público e gratuito. No dia seguinte (1º de outubro), uma serenata de músicas antigas será apresentada no Largo São Sebastião, das 18h às 21h, com apresentações de bandas ao vivo.

A programação encerra no dia 3 de outubro com uma caminhada no Centro de Manaus, que parte da praça Heliodoro Balbi (antiga Praça da Polícia), segue pelas avenidas Sete de Setembro e Eduardo Ribeiro até o Largo São Sebastião.

Números – Segundo o Censo de 2010 do Instituto de Geografia e Estatística  (IBGE), existem no Amazonas mais de 210 mil idosos, sendo que 80% reside na zona urbana. De janeiro a agosto de 2015 foram realizados 1.045 registros de crimes no Centro Integrado de Defesa e Proteção à Pessoa Idosa.

Negligência (175), intimidação e perturbação (164) e abuso financeiro/extorsão (158) foram os agravos que tiveram maior índice no período, seguidos de ameaça verbal, constrangimento, abandono, maus-tratos no lar, agressão psicológica, agressão física e ameaça de morte. No mesmo período foram 5.381 atendimentos diversos como convocação e audiências realizadas, visita domiciliar, serviço social, encaminhamentos, denúncias e retorno de usuários.

Roberto Brasil