Sejel inaugura estádio de futebol com capacidade para mil torcedores na zona norte

By -
É a maneira que encontramos de incentivar o futebol local, destacou Antônio Ditzel

É a maneira que encontramos de incentivar o futebol local, destacou Antônio Ditzel

A Secretaria de Estado da Juventude Esporte e Lazer (Sejel) inaugurou no final da tarde do último sábado, 22 de agosto, o Estádio de Futebol da Zona Norte, no bairro Cidade Nova, Conjunto Oswaldo Frota. O secretário da pasta, Antônio Ditzel, destacou que o novo palco para o futebol amazonense possui metragem oficial e arquibandas para mil torcedores.

Também participaram da solenidade de inauguração o secretário executivo da Sejel, Ricardo Marrocos, a secretária executiva adjunta da capital, Nazaré Sales Vincentim. De acordo com Ditzel, o novo campo será administrado inicialmente por uma gestão compartilhada entre a comunidade e a secretaria.

“Há dois anos o futebol amazonense não tinha campo na capital. Agora, o governador José Melo já inaugurou fora a Arena da Amazônia, os estádios Ismael Benigno, o Carlos Zamith e agora o do Oswaldo Frota. Todos os três últimos com custos operacionais baixos para ajudar os clubes. Então, é a maneira que encontramos de incentivar o futebol local. Para a comunidade, eu peço que use com sabedoria e que saibam usar”, disse o titular da Sejel.

estadio-cidade-nova-inauguracao-sejel-2Presente na inauguração, o diretor- presidente da Junta Comercial do Estado do Amazonas (Jucea), Carlos Souza, destacou a importância do novo estádio para a comunidade. “É isso que precisamos, de mais investimentos federais na nossa cidade e sabemos que o governador José Melo está com as mangas arregaçadas trabalhando para isso. Sem falar que cada centavo investido é uma vitória para o nosso povo e, nesse caso, a vitória foi da comunidade da zona Norte. Vamos tirar várias crianças da ociosidade, saber usar o estádio que será bom para toda a comunidade”, disse.

O estádio, orçado em R$ 3.000.000, foi construído através de uma emenda parlamentar de 2007 e que tem como autor o então deputado Carlos Souza. O Governo do Amazonas investiu uma contra partida de R$ 486.226,38. O valor total da construção do estádio é de R$ 3.486.226,38.

Construído pela empresa LVM Construções Ltda. o novo campo do futebol amazonense possui capacidade para 1.088 pessoas e tem uma área total construída no tamanho de 16,358,27 m². Contempla ainda dois vestiários com sete chuveiros cada um e duas cabines de transmissão. No campo, a grama utilizada é o modelo “esmeralda”. Além de dois bares na área externa, o novo espaço para o futebol amazonense tem ainda dois banheiros para pessoas com deficiência e estação de tratamento de água.

Roberto Brasil