Secretária de saúde de Presidente Figueiredo apresenta balanço de gestão na Câmara Municipal

By -
Durante audiência pública realizada na Câmara Municipal de Presidente Figueiredo (CMPF), na tarde desta quarta-feira (27), a secretária de saúde, Sandra Braga, apresentou um balanço dos nove meses de gestão e explanou aos 11 vereadores que compõem a casa legislativa os projetos que serão desenvolvidos ao longo dos próximos meses no município.

Na oportunidade, a secretária mostrou um vídeo sobre as condições em que recebeu a Secretaria Municipal de Saúde (Sems) e ainda falou das medidas adotadas pela nova gestão para reverter os problemas deixados pela administração anterior.
“A situação era caótica. Encontramos inviabilidade para realizar ações básicas. Tanto o hospital quanto as Unidades Básicas de Saúde (UBS) da sede e zona rural do município apresentavam inadequações como falta de medicamentos, comprometimento da estrutura física de toda a rede hospitalar e equipamentos parados e quebrados, sem condição de utilização, o que prejudicava o serviço que é prestado aos pacientes,” relatou a titular da Sems, ao mostrar as imagens.
Ainda segundo a secretária, alguns dos postos de saúde da zona rural estavam desativados por questões simples, que podiam ser facilmente resolvidas. “Era o caso do posto de saúde São José, situado no quilômetro 137 da BR-174, que estava sem funcionar há três anos por falta de água. O local estava cercado por mato, abandonado. No início desta semana, ele foi reativado e voltou a oferecer os serviços que são de direito da população”, informou Braga.
Mudanças 
De acordo com Sandra Braga, em nove meses de gestão, foi possível reorganizar a “casa”, otimizar os serviços e garantir mais qualidade no atendimento. “Toda a rede hospitalar foi reestruturada e teve os seus equipamentos substituídos por novos. Fizemos reformas no Hospital Heraldo Falcão e implantamos dentro dele uma maternidade para atender as gestantes do município. Agora, elas não precisam mais se deslocar a Manaus para realizarem seus partos”, destacou.
A secretária ainda falou sobre as farmácias populares implantadas dentro das unidades básicas.  “Os pacientes precisavam se deslocar para uma única farmácia, situada no Centro da cidade, para então, terem acesso aos medicamentos que são receitados nos postos. Hoje, os moradores recebem os remédios dentro das UBS”, afirmou Sandra.
Dentre as ações realizadas ao longo dos últimos meses, a secretária também ressaltou a inauguração da UBS Aida Mendonça, a entrega do posto de saúde Clemência Assunção, que fica situado no quilometro 7 da BR-174, a reforma da UBS Bruna Braga de Mendonça e a inauguração da Central de Abastecimento Farmacêutico (CAF), que dispõe do sistema Hórus, um banco de dados nacional de medicamentos.
“O recurso controla a quantidade de medicações disponíveis nas unidades básicas, bem como a dispensa dos remédios, evitando o uso indevido ou desvio dos medicamentos. Presidente Figueiredo é a primeira cidade do interior do Estado a implantar o sistema”, explicou Sandra Braga.
Projetos 
Até o final do ano, a Sems pretende modernizar o Sistema Nacional de Regulação (Sisreg), ferramenta desenvolvida pelo DATASUS para marcação de consultas e exames, além de implantar uma policlínica no município, que oferecerá atendimento em ortopedia, oftalmologia, cardiologia, entre outras especialidades.
Depois de ouvirem a respeito as ações da saúde, os vereadores esclareceram dúvidas sobre o trabalho que está sendo desenvolvido pela pasta e sobre os projetos que estão por vir.
“Gostaria de agradecer a secretária Sandra Braga por vir até a Câmara Municipal e responder aos questionamentos feitos pelos parlamentares. Reconhecemos o desempenho e esforço da atual gestão para melhorar a saúde do município”, disse Patrícia Lopes, presidente da casa legislativa.
Roberto Brasil