Se Coreia do Norte disparar contra americanos, pode haver guerra, diz secretário

By -

Secretário de Defesa dos Estados Unidos, Jim Mattis (Foto: Saul Loeb/AFP)

O secretário de Defesa dos EUA Jim Mattis disse nesta segunda-feira (14) que se a Coreia do Norte disparar um míssil contra os Estados Unidos, a situação pode se transformar em guerra, como informa a agência Reuters.

“Se eles dispararem contra os Estados Unidos, (a situação) pode escalar para uma guerra muito rapidamente”, disse Mattis a jornalistas.

Ele afirmou que os EUA reconheceriam a trajetória de um míssil norte-coreano ” em momentos”.

A Coreia do Norte afirma que planeja disparar quatro mísseis contra a ilha americana de Guam, no Pacífico, alegando que apenas a força faz sentido para o presidente americano, Donald Trump.

Trump respondeu às ameaças usando a expressão “fogo e fúria” na terça-feira (8). “É melhor que a Coreia do Norte não faça mais ameaças aos Estados Unidos. Enfrentarão fogo e fúria como o mundo nunca viu”.

No dia seguinte, ao detalhar seu plano para atacar Guam, o general norte-coreano Kim Rak Gyom afirmou que a declaração do presidente americano era “um monte de bobagem”. “Parece que ele não entendeu o recado. Diálogo saudável não é possível com um sujeito tão desprovido de razão”, disse o general.

Como o tom bélico não caiu após a forte declaração de Trump, o presidente avaliou que sua declaração não tinha sido “forte o suficiente”.

A Coreia do Norte contra-atacou afirmando que os Estados Unidos irão “sofrer uma derrota vergonhosa e uma condenação final” caso “persistam em suas aventuras militares, sanções e pressões extremas”.

G1

Roberto Brasil