Se a justiça não falhar Romeiro Mendonça não será diplomado

By -
Romeiro Mendonça

Romeiro Mendonça

Na realidade a justiça já falhou, porque abriu uma brecha, concedendo a liminar para que Romeiro José Costeira de Mendonça concorre-se a prefeitura de Figueiredo. Romeiro teve suas contas reprovadas pelo TCU, justamente na época em que foi prefeito de Figueiredo,portanto, está na lista “dos fichas sujas”, não podendo concorrer a nenhum cargo publico, assim consta textualmente, na Lei complementar Ficha Limpa, 135/2010, que proíbe a candidatura de pessoas condenadas por órgãos colegiados da Justiça.

Romeiro sofreu um revés em seu registro eleitoral,através de um recurso da União na Justiça Federal, e deve ser cassado, segundo o que cobra a lei, cabendo à justiça decidir entre dar posse ao 2º colocado no pleito, o atual Prefeito de Presidente FigueiredoNeilson Cavalcante, ou mesmo convocar novas eleições no Município.

No dia 07 de novembro de 2016, o Desembargador federal Jirair Aram Meguerianrevogou a decisão da Juíza Marilia Gurgel de E Sales, que liberou a través de liminar, oRomeiro Mendonça para concorrer ao pleito de 2016 em Figueiredo.

Quando justamente, na vida atual deste País, corre-se atrás de pessoas dignas, que realmente nos representem, que somem e não subtraiam o que é do povo, é inadmissível uma ação da justiça que seja contra toda essa luta; essa busca por dias melhores que estamos conquistando na sociedade em que vivemos, não vamos deixar o pouco que temos rumarem ladeira abaixo, temos que, mesmo a duras penas, fazer valer nossos esforços e não deixar enfraquecero que temos de mais importante, que é o respeito por nossa cidadania.

Queremos, também, ressaltar, que essa prática de liberar, através de liminar, candidato ficha suja, é uma ação permitida pela lei que vai de encontro a própria essência da lei, se a lei é criada para nos defender de pessoas que foram péssimos exemplos em suas administrações, que tiveram suas contas reprovadas e entraram no rol de fichas sujas, por que  uma liminar vai liberá-los outra vez? Não tem que ter LIMINAR, tem que ser é ELIMINADO.

O que não podemos, é passar por cima de uma proposta, que foi elaborada pelo Movimento de Combate á Corrupção Eleitoral (MCCE), que reúne mais de 40 entidades da sociedade civil e que durante a sua tramitação recebeu o aval de 2,5 milhões de assinaturas, temos que ter muito respeito, pois foi a partir dessa mobilização, que a lei surgiu, não podemos nos desamarrar do pouco que conquistamos. “Ficha Suja” é gente nociva à sociedade.

 

Mario Dantas